11ª Conferência de Saúde aprova propostas para os próximos 4 anos



 

Tamanho da fonte    




Cerca de duzentas pessoas, entre delegados, conselheiros e convidados, participou da 11ª Conferência Municipal Saúde, realizada pelo Conselho de Saúde, Secretaria de Saúde e Prefeitura de Manhuaçu, no sábado, 05/08, no Centro Pastoral Bom Pastor. Durante todo dia foram debatidos importantes temas ligados à saúde pública do município norteados pelo tema central da Conferência “SUS Manhuaçu: Acesso, Qualidade e Cidadania”.
 
Abertura com homenagem
 
O Presidente do Conselho de Saúde, Nelson de Abreu, abriu o evento falando do tempo de preparação para a 11ª Conferência, quando foram realizadas diversas reuniões nos Conselhos de Unidades de Saúde (COUS), Pré-conferência, e entre a Comissão Organizadora do evento, para garantir a realização do mesmo. “Hoje vamos aprovar as propostas que farão parte do Plano Municipal de Saúde para os próximos 4 anos, daí  a importância de estarmos aqui. Com base no que for aprovado hoje é que poderemos cobrar da Secretaria e da Prefeitura as melhorias necessárias na saúde do município”.
 
Em seguida, Nelson de Abreu, prestou em nome de todos os conselheiros, homenagem ao conselheiro Marivaldo Anselmo, já falecido. “Marivaldo vestia a camisa e arregaçava as mangas pela saúde pública”, disse Nelson. A viúva de Marivaldo, senhora Leusa, recebeu placa de homenagem concedida pelo Conselho.
 
O Diretor da Gerência Regional de Saúde – GRS/Manhumirim, Ronaldo Lopes Corrêa, falou de sua alegria em participar do evento, destacando a importância de se acreditar e investir na saúde pública de Manhuaçu, cidade pólo regional que determina, em muito, o que vai acontecer nos municípios do entorno também em ações de saúde.
 
A Secretária de Saúde de Manhuaçu, Dra. Karina Gama dos Santos Sales, fez vários agradecimentos, falou da preparação para a 11ª Conferência, e citou avanços conquistados pela gestão nos sete meses iniciais de governo.
 
A Prefeita Cici Magalhães, destacou o valor da Conferência de Saúde para planejamento das ações dos próximos anos e anunciou vários investimentos feitos até o momento por sua administração na saúde pública do município, superando o teto estabelecido em lei, além de confirmar o depósito de 5 milhões e 200 mil reais, na conta do Fundo Municipal de Saúde de Manhuaçu, para retomada do construção do prédio anexo do Hospital César Leite, recursos garantidos por emendas apresentadas pelo deputado João Magalhães.
 
Palestras
 
O tema “SUS Manhuaçu: Acesso, Qualidade e Cidadania” foi abordado pelos palestrantes Geraldo Heleno Lopes, membro do Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais e pela Dra. Silvana Werner Ferreira Fraga, Referência Técnica do Núcleo de Saúde Gestão Regional/GRS Manhumirim.
 
Geraldo Heleno Lopes destacou as realidades positivas do Sistema Único de Saúde (SUS) que são pouco divulgadas pela mídia e de desconhecimento de grande parte da população. Reforçou a política de prevenção que é desenvolvida pelo SUS e que deve ser valorizada por todos, o que não se vê em planos de saúde particulares que se focam em cuidar da pessoa adoecida. Lopes apontou ainda o que precisa ser revisto, melhorado, debatido em plenárias como a Conferência de Saúde, para garantir atendimento a mais e mais pessoas.
 
Dra. Silvana Werner Ferreira Fraga, fez uma palestra apontando o que é Acesso, Qualidade e Cidadania em relação ao Sistema Único de Saúde (SUS). Para ela, é preciso que haja investimentos na saúde pública, mas a população tem de assumir uma postura diferente em relação ao que é prestado pelo sistema, ou seja, tem de fazer sua parte com os cuidados que lhe cabem. Dra. Silvana valorizou o papel das equipes de saúde da ESF que estão em contato direto com a população neste processo de garantia e melhoria da saúde, destacando o respeito, a atenção, o carinho, a humanização no atendimento ao usuário.
 
A mediação do debate das propostas foi conduzida pela Enfermeira/professora Dra. Roberta Mendes Von Rondow.
 
Propostas do Plano de Saúde Anterior
 
A Secretária de Saúde, Dra. Karina Gama dos Santos Sales, apresentou as propostas aprovadas pela plenária da 10ª Conferência de Saúde que constam do Plano Municipal de Saúde vigente, sendo que de 160 proposições foram cumpridas até o momento 59 (19 na gestão passada e 40 na atual administração).
 
Debates e propostas
 
No período da tarde, os delegados eleitos para discutir, debater e aprovar as propostas elencadas nas reuniões nas áreas de todas as ESFs do município e na Pré-conferência de Saúde, deram sua parcela de contribuição cidadã com a uma participação ativa na elaboração e aprovação das proposições que serão implementadas, conforme as condições, nos próximos anos de 2018-2021, pois farão parte do Plano Municipal de Saúde para o referido período.
 
Luiz Nascimento













}