2 Encontro de Mulheres da Cafeicultura será no dia 17 de março



 

Tamanho da fonte    




Pelo segundo ano consecutivo, as mulheres ligadas ao segmento de produção e comercialização de café terão um espaço só delas no Simpósio de Cafeicultura das Matas de Minas. O 2º Encontro das Mulheres da Cafeicultura será realizado dentro da programação oficial no dia 17 de março, no Parque de Exposições da Ponte da Aldeia.
 
Na última semana, a Associação Comercial – que organiza o evento – reuniu-se com representantes do Sebrae-MG, Senar Minas, Emater-MG, Conselho das Entidades do Café das Matas de Minas, Aliança das Mulheres da Cafeicultura (IWCA, sigla em inglês), Coocafé e SicoobCredilivre para definir as palestras e atividades voltadas para o segmento feminino, que ganha força e participação na produção e comercialização da cafeicultura da região.
 
No ano passado, cerca de trezentas mulheres atenderam ao convite e participaram do encontro. A organização espera superar esse número e planeja palestras de incentivo e capacitação para as mulheres.
 
A mobilizadora do Senar, Isaura da Paixão, e a representante da Coocafé, Cíntia de Matos, explicam que houve conquistas significativas do segmento feminino. Hoje, elas participam do movimento global da Aliança Internacional das Mulheres da Cafeicultura, atuam diretamente na produção de café e são fundamentais no processo de certificação das propriedades, especialmente por serem mais cuidadosas e detalhistas.
 
A ideia do segundo encontro em Manhuaçu é também para aumentar a participação das mulheres na gestão das propriedades, além de fomentar o empreendedorismo feminino.
 
A exemplo do Simpósio de Cafeicultura, as inscrições para as mulheres envolvidas com o segmento rural serão gratuitas e serão feitas pelas entidades e empresas parceiras da organização do evento.
 
20 anos do Simpósio
 
O 20º Simpósio de Cafeicultura das Matas de Minas será realizado dos dias 15a17 de março, no Parque de Exposições da Ponte da Aldeia, em Manhuaçu. No dia 18, haverá um dia de campo no Centro Experimental de Café das Fazendas Heringer, em Martins Soares (MG).
 
Ao longo das últimas duas décadas, o evento se tornou o principal painel de informações e tendências do mercado da cafeicultura na região das Matas de Minas. 
 
As Matas de Minas respondem, atualmente, por aproximadamente 25% da produção mineira e 12% da nacional. Nos últimos anos, a qualidade do café produzido na região melhorou sensivelmente, conquistando prêmios nacionais e internacionais.
(foto: Assessoria de Comunicação)
 
(foto: Assessoria de Comunicação)
 
Assessoria de Comunicação













}