4ª Copa de Marcha teve apoio da Prefeitura de Manhuaçu



 

Tamanho da fonte    




Realizada com sucesso neste sábado 23/06, no Parque de Exposições Fernando Maurílio Lopes, a 4ª Copa de Marcha, com expressiva participação de cavaleiros e amazonas da região. A Prefeitura de Manhuaçu, por meio das Secretarias municipais de Obras, Cultura e Turismo, Agricultura, além do SAMAL, apoiou a iniciativa tomada pela Associação dos Criadores do Cavalo Manga-larga Marchador do Pico da Bandeira. A Prefeita Cici Magalhães recebeu a visita dos organizadores no Gabinete Municipal
 
A cada ano, os organizadores se esforçam para reunir o melhor plantel da raça e apresentá-la no evento, que está se consolidando ao calendário da cidade e do Circuito Turístico Pico da Bandeira, como uma tradição.
 
A raça Mangalarga Marchador é tipicamente brasileira e surgiu há cerca de duzentos anos na Comarca do Rio das Mortes, no Sul de Minas, por meio do cruzamento de cavalos da raça Alter (provenientes da Coudelaria de Alter do Chão, em Portugal), com outros cavalos selecionados pelos criadores daquela região mineira.
 
Há várias versões para o nome Mangalarga Marchador, mas a mais consistente está relacionada à fazenda Mangalarga, em Pati do Alferes, no Rio de Janeiro. O nome da fazenda era o mesmo de uma serra que existia na região. Seu proprietário era um rico fazendeiro que, impressionado com os cavalos da família Junqueira, adquiriu exemplares para os passeios elegantes no Rio de Janeiro. Quando alguém se interessava pelos animais, ele indicava as fazendas do Sul de Minas. As pessoas procuravam os fazendeiros perguntando pelos cavalos da fazenda Mangalarga e esta referência se transformou em nome. Já o nome Marchador foi acrescentado pelo fato de alguns daqueles cavalos terem a função de marchar em vez de trotar.
 
Informações SCS – Prefeitura de Manhuaçu













}