“Não deixem o esporte morrer”, clama cidadão durante reunião da Câmara



 

Tamanho da fonte    




“Não deixem o esporte morrer, não deixem o esporte morrer”, assim finalizou um pedido feito pelo cidadão manhuaçuense, Ronaldo Martinho da Silva, durante reunião ordinária na Câmara Vereadores, na manhã desta quinta-feira, 21.

A preocupação de Martinho foi quando recebeu a informação de que Manhuaçu não irá participar do JIMI (Jogos do Interior de Minas Gerais) neste ano. “Tenho orgulho de dizer que sou de Manhuaçu. Profetizo e ressalto aos quatros cantos que Manhuaçu é terra próspera que emana leite, mel e café. Que é terra de oportunidades, terra de um povo trabalhador, amigo e pacífico. Terra de um povo talentoso, mas nestes últimos dias algo tem me deixado triste ao saber que a Secretaria de Esportes foi desativada e ao ouvir numa entrevista na rádio que o diretor de esporte informou que Manhuaçu, depois de 22 anos, em 2013, não participará do JIMI”, explicou.

Vereador Juninho Linhares disse que irá defender o esporte no município (foto: Geilson Dangelo)O cidadão pediu o apoio dos vereadores para que evite este acontecimento.“A cidade hoje tem várias equipes e atletas que são respeitados, campeões estaduais e nacionais como o Campeão Mineiro de Xadrez, Cláudio Lutfala; o jogador de Handebol, Lucas Puri; as jogadoras de Futsal, Fernanda e Graziela; o Campeão Brasileiro de Taekwondo, Bruno Rocha e temos equipes vitoriosas. Sei do nosso potencial, sei que estes atletas passam por inúmeras dificuldades e fazem porque amam”, argumentou.

Martinho alegou que cidades da região querem levar os atletas locais para representá-las, já que Manhuaçu estará ausente. “Indignado estou em saber que a cidade de Manhumirim e Carangola, querem ter nossos atletas representando as respectivas cidades. Pergunto como isto pode? Estes atletas querem representar Manhuaçu”, conclamou.

Vereador Paulo Altino criticou a postura da administração municipal e pediu mais atenção ao esporte (foto: Geilson Dangelo)Ainda na bancada do plenário, Ronaldo questionou: “O que estão fazendo do nosso esporte em nossa cidade? Porque Manhuaçu alega não ter dinheiro para enviar nossos atletas? Onde está o orçamento deixado pela administração anterior para investimento em 2013 no esporte? Estou aqui para convocá-los a não deixar isto acontecer. Clamo a esta casa em alto e bom som: Não deixem o esporte morrer, não deixem o esporte morrer”, concluiu.

Vereador Eli de Abreu também pediu maior atenção do prefeito com o esporte (foto: Geilson Dangelo)Martinho recebeu o aval de alguns parlamentares. O vereador Juninho Linhares reforçou o pedido do cidadão preocupado. “É um absurdo acabar com a Secretaria de Esporte tendo em vista uma necessidade não só dentro da cidade, mas em todo município porque a criança no esporte com certeza terá melhor educação e não ficará abandonada se envolvendo com as drogas. O esporte é fundamental e com certeza irei brigar e lutar para não deixar acabar e não deixar os atletas de fora do JIMI”, defendeu.

O vereador, Paulo Altino, também fez duras críticas e pediu mais incentivo ao esporte. “Quando você quer consertar algo é mais viável que vai consertando e vai administrando ao mesmo tempo. Ouvi uma entrevista do prefeito afirmando que está trocando pneu de carro andando, então é melhor parar, trocar o pneu e continuar. As cobranças aqui na casa, ressaltando que não é nada contra o prefeito, mas a administração tem que ver que quando pega um legado não vai encontrar do jeito que deseja, então é hora de mostrar o que o novo governo ainda não mostrou”, criticou e pediu apoio ao esporte. “O esporte tira as crianças das drogas. Então precisamos esclarecer esta situação e apoiarmos o esporte em nosso município”, finalizou.

Presidente da Câmara, Maurício Júnior, se prontificou em ajudar (foto: Geilson Dangelo)O Presidente da Câmara, Maurício Júnior, também deixou claro que irá apoiar o esporte no município.

Geilson Dangelo














}