Academias ao ar livre serão instaladas no Trevo do Cafeicultor e no antigo Campo de Avião



 

Tamanho da fonte    




A prática de atividade física é uma das formas mais eficazes de ganhar saúde e qualidade de vida. Entre os benefícios está a melhora da circulação sanguínea, fortalecimento do sistema muscular, melhor funcionamento do metabolismo, diminuição do risco de doenças cardíacas, fortalecimento dos ossos e a melhora da autoestima, por exemplo. Por todos esses motivos, o Governo de Manhuaçu, vai instalar mais duas academias ao ar livre na sede do município. Uma funcionará no trevo do cafeicultor, a outra, na comunidade de São Francisco de Assis, no bairro Nossa Senhora Aparecida. 
 
Outras duas estão em pleno funcionamento, uma no Centro Viva Vida no bairro Bom Pastor e na praça doutor César Leite, no Centro. As duas novas unidades serão compostas por oito aparelhos cada, sendo eles: esqui duplo, remada sentada (simulador de remo), rotação diagonal dupla, pressão de pernas duplas (leg press), explanador, simulador de caminhada duplo, simulador de cavalgada duplo, multe exercitador com seis funções de proporcionar todo tipo de atividade.  
 
As academias trazem benefícios, mas vale observar algumas regras de uso, para evitar problemas, já que foram projetadas para não ter a necessidade de acompanhamento de um profissional de educação física. Antes de começar as atividades faça um alongamento muscular, depois realize os movimentos de forma lenta e progressiva, sempre priorizando três séries de quinze repetições em cada aparelho ou seguir as orientações impressas em cada um deles. 
 
Não esqueça de manter uma boa postura em todos os exercícios. O uso de roupas e tênis adequados fazem diferença e não é necessário utilizar todos os aparelhos no mesmo dia. Se ao realizar exercícios sentir alguma dor, tontura, em caso de febre ou se sentir mal-estar, pare na mesma hora. Dê preferência por fazer as atividades pela manhã ou ao final da tarde para fugir do sol forte.
 
Usar e não destruir
 
As academias ao ar livre são adquiridas pela prefeitura para ser um bem comum de toda polução, porém vândalos depredaram boa parte dos aparelhos da unidade do Bom Pastor, que já forma retirados e passam por manutenção, e tão logo voltarão para seus lugares. Esse tipo de atitude, além de prejudicar a rotina dos usuários, que terão que deixar de praticar a atividade física, ainda gera prejuízo aos cofres público, sendo necessário o gasto de recurso que poderia ser investido em outros projetos. Cada bem público instalado para benefício da sociedade pertence única e exclusivamente ao munícipe, e quando uma pessoa mal intencionada destrói esse patrimônio, quer dizer que ela está destruindo algo que pertence a ela mesma e a toda população.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
 
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu