Acidentes com morte na rodovia de Ponte Nova




 

Tamanho da fonte    



(foto: Valrio Freitas)

(foto: Valério Freitas)

Um grave acidente na tarde deste sábado, 20, na rodovia MG 262 na altura do KM 55 estrada que liga Mariana a Ponte Nova cerca de 4 KM após o trevo de Cachoeira de Brumado resultou na morte de uma pessoa e pelo menos outras três ficaram feridas. O acidente foi entre dois carros que colidiram de frente um Gol GTS vermelho com placa de Ponte Nova e o outro Gol G5 prata com placa de Contagem que seguiam em direções contrárias. Na noite do mesmo dia  Nelson de Paula de Freitas, de 40 anos, faleceu após colidir com um carro na altura do Km 68, da MG 262.

No primeiro acidente, o motorista do Gol GTS Eduardo Afonso de Resende que seguia em direção a cidade de Ponte Nova estava em companhia de mais duas outras pessoas no interior do seu veiculo, sua esposa e uma amiga, já o motorista do Gol G5 que seguia sentido Mariana estava com uma idosa de aproximadamente 70 anos e outra mulher com cerca de 30.

Eduardo motorista do Gol GTS ficou com o corpo preso às ferragens, populares que passavam pelo local no momento do acidente tentavam manter ele calmo até a chegada dos órgãos de emergência, os Bombeiros, socorristas do SAMU e agentes da Guarda Municipal de Mariana tiveram muito trabalho para retirar Eduardo das ferragens foi necessário cortar o veiculo em vários locais além do trabalho para manter o ferido calmo, uma vez que ele gritava muito de dor. Mesmo com o trabalho minucioso para retirar Eduardo das ferragens sem ocasionar outras lesões uma vez que ele já havia sofrido inúmeras fraturas pelo corpo e apresentava intenso sangramento na boca e nos ouvidos ele acabou vindo a óbito no caminho para o hospital Monsenhor Horta. O helicóptero do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais já havia sido acionado para transferir Eduardo para Belo Horizonte, porém com a morte do mesmo no caminho para Mariana essa solicitação foi cancelada.

Uma amiga de Eduardo e de sua esposa que se encontrava no banco de trás do Gol GTS, com a colisão entrou em estado de choque, mesmo com várias pessoas realizando o trabalho de retirada de Eduardo das ferragens e ele estando muito ferido e sangrando muito essa mulher que entrou em estado de choque ficou “imóvel” até a sua retirada do interior do veículo.

O condutor do Gol G5 não apresentou nenhum ferimento com o acidente já as outras pessoas que estavam no interior do veiculo conduzido por ele apresentaram alguns ferimentos pelo corpo.

Após o acidente o trânsito ficou apenas em uma das pistas e no momento que o motorista do Gol GTS que havia ficado preso entre as ferragens estava sendo retirado para maior segurança de todos as duas pistas foram fechadas o que resultou em um congestionamento de mais de dois quilômetros em ambos sentidos.

Estiveram envolvidos durante o atendimento desse trágico acidente os seguintes órgãos públicos: Corpo de Bombeiros Militar Guarda Municipal de Mariana, SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), SAI (Serviço de Atendimento Integrado), Policia Militar Rodoviária e Policia Militar que ficaram por conta do trânsito no local.

Valério Freitas