Acusados de roubar Correios de Sericita são presos após troca tiros com PM



 

Tamanho da fonte    




A Polícia Militar prendeu dois acusados de roubar os Correios de Sericita nesta segunda-feira, 05/03, e apreendeu 1200 reais em dinheiro e drogas. Anderson da Silva Reis, 38 anos, e Eduardo dos Santos Braga, 32 anos, são de Ponte Nova e um terceiro envolvido está sendo procurado.
 
De acordo com o Comandante da 272ª Companhia de Polícia Militar, Capitão Túlio, a equipe de Sericita recebeu uma ligação relatando disparos de arma de fogo em direção a casas da Vila Madalena, um bairro mais distante do centro.
 
Quando chegaram ao local, encontraram apenas marcas das balas nas paredes e perceberam que o alvo seria outro local. De acordo com Capitão Túlio, os bandidos utilizaram uma artimanha para fazer os policiais saírem do centro. Os militares retornaram rapidamente e encontraram com os dois autores saindo dos Correios com o malote no valor de R$ 1.260,35 e iniciando a fuga na motocicleta.
 
Na zona rural, o carona da motocicleta Yamaha/LTZ Lander 250, cor azul, sem placa, virou-se para trás e atirou contra os militares. Os policiais revidaram e acertaram o antebraço do autor. Com isso, a moto caiu na estrada.
 
Os infratores sofreram uma queda da motocicleta e foram presos. As armas de fogo e munições dentre outros materiais foram apreendidos e os valores roubados recuperados.
 
O infrator que foi alvejado foi socorrido pelos militares e encaminhado posteriormente ao Hospital Arnaldo Gavazza Filho em Ponte Nova, permanecendo sob cuidados médicos. 
 
O suspeito de haver efetuado os disparos trata-se de um elemento que dividia cela com os autores do roubo e encontra-se com fuga em aberto.
 
A equipe da Polícia Militar de Sericita e o comando em Abre Campo fizeram contato com a PM de Ponte Nova.
 
Na casa de um dos suspeitos, a PM localizou uma boa quantidade de drogas.
 
Ainda nos levantamentos, a polícia recebeu uma ligação de uma senhora, moradora de Ponte Nova, alegando que a motocicleta do marido dela havia sido furtada. 
 
O que chamou atenção é que o autor estava com a nota fiscal do veículo no bolso, portanto, desconfiamos que havia algo errado. Foi assim que descobrimos que se tratava de uma falsa comunicação de crime. O marido dessa senhora havia emprestado a moto para os autores irem até Sericita. O casal foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.
 
A Polícia Militar também apura crimes de roubos na região de Araponga com as características dos autores que foram presos em Sericita. A moto também bate com a que foi apreendida pela PM nesta segunda.
 
Manhuacu.com/com informações da PM













}