Assalto a banco: Três bandidos são presos, dinheiro recuperado e armas apreendidas



 

Tamanho da fonte    




Atualizado 11/07 as 09h06
 
A Polícia Militar conseguiu prender três envolvidos na tentativa de assalto e na morte de um policial e de um vigilante da agência do Banco do Brasil, na manhã desta segunda-feira, 10/07, em Santa Margarida. Houve disparos de arma de fogo em direção aos policiais na região do Córrego Bom Jardim, durante o cerco. A ação conjunta das Polícias Militar e Civil resultou na prisão de Wesley Rosa Firmino, 23 anos; Josimar Pereira Rodrigues, 30 anos; e Sirlande da Silva Ferreira, 27 anos. O quarto suspeito Daniel Rodrigues Aguiar, 34 anos, continua foragido.
 
 
Foram apreendidas três armas calibre .12, uma submetralhadora, dois coletes balísticos, toucas ninjas e farta munição.
 
Cabo Marcos Marques da Silva, 36 anos, e o vigilante do Banco do Brasil, Leonardo José Mendes, foram baleados pelos bandidos e morreram. Uma pessoa também ficou ferida com uma bala perdida, mas não corre risco de perder a vida. Policiais militares de várias cidades da região, incluindo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), GATE de Juiz de Fora e um helicóptero da corporação participam da busca ao quarto envolvido.
 
Coronel Edvânio, Comandante da 12ª Região da Polícia Militar, lamentou a morte do Cabo Marcos, durante entrevista. “Lamentável. Dói muito a todos nós. Perdemos um profissional de segurança pública. Aos olhos da sociedade, muitas vezes passa despercebido sua dedicação. Só que no momento em que ele foi tombado dessa forma, dói muito em todos nós de ver alguém que defende a sociedade ser morto naquele episódio covarde. Temos policiais militares de toda a região, até mesmo policiais aposentados, que se mobilizaram para dar uma resposta à essa grave ofensa à sociedade, ao Estado, à democracia como um todo – representada por esse militar. Estamos todos muito sentidos", contou.
 
Perigosos
 
Sirlande da Silva Ferreira tem 27 anos e é considerado um indivíduo contumaz nas práticas de delitos de diversas naturezas. Segundo a polícia, figura como autor nos regirstros de Lesão Corporal, Desobediência, Posse/Porte de arma de fogo, acessónos ou muniçao de calibre restrito e outra de calibre permitido, roubo, extorsão e inúmeras infraões de trânsito.
 
Josimar Pereira Rodrigues, de 30 anos, é considerado um indivíduo de alta periculosidade pela polícia. Consta como agressivo, violento e com predisposição ao cometimento de quaisquer tipo de delito. Ainda de acordo com a polícia, ele é suspeito em vários crimes como homicídio, roubo, porte/posse de arma de fogo e adulteração de veiculo automotor. Encontrava-se como foragido, pois havia mandado de prisão em aberto para ele.
 
O foragido Daniel Rodrigues de Aguiar (foto abaixo), de 34 anos, é listado pela polícia como peça chave em eventos nos quais precisam utilizar explosivos. É conhecido por sua habilidade em manusear artefatos explosivos e sua função na quadrilha é a de implementar explosivos nos caixas eletrônicos, a fim de facilitar a abertura dos mesmos e ter acesso ao dinheiro.
 
Manhuacu.com/com informações da PM













}