Bairro Coqueiro: Polícia Militar e moradores implementam ações para segurança



 

Tamanho da fonte    




Os moradores do Bairro Coqueiro participaram de uma reunião na noite de terça-feira, 24, com a presença de representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Legislativo, Executivo, instituições de ensino, para juntos, terem conhecimento do plano elaborado para mais segurança no bairro, que por muito tempo tornou-se local de badernas e brigas provocadas por alguns frequentadores.
 
A proposta foi apresentada pelo comandante da 72ª Cia de Policiamento, Cap. Jésus Cássio e o responsável pelo 1o Pelotão, Ten. Ramon, de que poderá ter um modelo próprio de policiamento comunitário.
 
Segundo dados da Polícia Militar e estudos realizados, o bairro possui mobilização razoável, grande concentração de instituições de ensino, becos pouco iluminados, falta de envolvimento comunitário, ausência de fiscalização nos casos de postura municipal, dificuldade de implementar soluções de infraestrutura no trânsito, dentre outros fatores que são fundamentais para a segurança pública.
 
Na reunião, o comandante do 1o Pelotão, Ten. Ramon apresentou à comunidade o plano de ação conjunto, que terá como ponto de partida reunião comunitária, operação de blitz visando o som automotivo e embriagues ao volante, reativação das redes de proteção, cadastro e criação de grupos, criação de comissão representativa do bairro junto aos órgãos governamentais e Conselho Municipal de Trânsito, iniciativa e mobilização comunitária.
 
Ação para melhorias
 
O secretário municipal de Fazenda, Claudinei Domingues ressaltou a situação da fiscalização ocorrida recentemente, através do projeto Cidade Legal em que muitas irregularidades foram encontradas. O vereador Juninho Linhares anunciou que já foi autorizado pela chefe do Executivo a troca de lâmpadas por “Led”, a partir da antiga Casa Azul até o posto de combustíveis situado à Rua Felipe Nacif. A execução acontecerá na próxima semana. Também foi autorizado a aquisição de câmeras de monitoramento, bem como a poda de árvores em toda a dimensão do Bairro Coqueiro.
 
De acordo com o comandante da 72ª Cia. de Polícia, Cap. Jésus Cássio, o trabalho apresentado é resultado de um levantamento realizado de forma detalhado, com a participação de outras instituições. Ele detalha que a fiscalização ocorrida para adequação foi fator importante. Agora também se inicia a mobilização para a reativação da associação, para discutir os problemas mais frequentes. “Temos constantemente uma Base Móvel Comunitária, que fica dando suporte e presença aqui no bairro. Os frutos começam a ser colhidos e, com presença de todos os moradores e órgãos envolvidos, para que o ambiente seja tranquilo e segurança permanente”, relata Cap. Jésus Cássio.
 
Os moradores ficaram felizes com o que foi apresentado pela Polícia Militar e a partir de agora começam a sentir um pouco mais seguros. O ex-presidente da associação de moradores do bairro Coqueiro, Flávio Lacerda ressalta que, há exatamente um ano da realização da audiência pública, surge algumas ações que serão fundamentais para a segurança no bairro. “Ainda temos um problema sério que importuna. A perturbação do sossego e desrespeito por parte de carros que passam com o volume de som alto. É um desafio muito grande, mas de pouco a pouco as ações estão sendo concluídas”, comenta o ex-presidente da associação.
 
Eduardo Satil / Tribuna do Leste













}