Bombeiros combatem dois incêndios em Manhuaçu; mata da AABB foi atingida



 

Tamanho da fonte    




Dois registros de incêndio em vegetação mobilizaram equipes do Corpo de Bombeiros de Manhuaçu na tarde desta quarta-feira, 13/09. O primeiro no bairro Bela Vista, o fogo na vegetação rasteira ameaçava atingir algumas residências.

 
"Um pouco foi a falta de cuidado com os fundos dos lotes a vegetação seca cobria parte do telhado de algumas residências e com o fogo o risco de incêndio nestas casas foi preciso uma ação rápida do Corpo de Bombeiros controlando a situação", explicou o Sargento Cleber Marcílio, do Corpo de Bombeiro de Manhuaçu.
 
O outro de grandes proporções atingiu a mata da AABB, na região do bairro Bom Pastor, de vários pontos da cidade via-se a densa fumaça causada pelo fogo. A primeira suspeita é de que o fogo foi criminoso. "Os indícios dão conta que o fogo teve início no loteamento Matinha, um local que não tem residências e muitos usuários de drogas visitam o local para o uso de entorpecentes, a partir daí o fogo se alastrou pela vegetação atingindo a mata da AAB e o residencial Bom Pastor, onde ameaçava algumas residências", destacou o Sargento.
 
Área de Preservação
 
A mata da AABB é uma área remanescente de Mata Atlântica tendo a maior parte na propriedade do lavrador Marcos Pinheiro, um dos percursores na luta pelas causas ambientais, juntamente com os seus familiares.
 
Marcos Pinheiro deu início ao primeiro combate às chamas até a chegada do Corpo de Bombeiros. "Fico triste em presenciar situações lamentáveis como esta. Pessoas inconsequentes que não fazem ideia do tamanho do prejuízo que causam ao meio ambiente com as queimadas. Esta área consumida pelo fogo vai levar anos para se recuperar, sem contar nos inúmeros animais que abrigam nestas árvores. Fico muito triste com tudo isso", lamenta Marcos.
 
Como o local da mata era de difícil acesso, o combate às chamas se concretaram próximo às residências. "Com a ajuda do Sr. Marcos Pinheiro fizemos um aceiro para impedir que o fogo atingisse outra área da mata. Infelizmente de um lado, o fogo atingiu as copas das árvores e o local era inacessível com o nosso caminhão, solicitamos um apoio à prefeitura de Manhuaçu, com picapes menores para tentarmos chegar no alto da mata e impedir que o fogo virasse para o outro, com a possibilidade de chegar até a AABB", completa Sargento Cleber Marcílio.
 
Tribuna do Leste













}