MANHUACU.COM - Bombeiros resgatam corpos das vítimas de afogamento

Bombeiros resgatam corpos das vítimas de afogamento



 

Tamanho da fonte    




O Corpo de Bombeiros Militar de Caratinga realizou neste sábado, 20/01, o resgate dos corpos das três vítimas de afogamento, ocorrido na tarde de sexta, na Cachoeira do Caracol, zona rural de Ipanema. Muitos curiosos, parentes e amigos das vítimas foram para o local acompanhar o trabalho de busca.
 
O primeiro corpo foi encontrado por populares logo de manhã boiando próximo ao local onde aconteceu o afogamento. Os outros dois corpos foram localizados pelos bombeiros por volta das 15h30m, a cerca de 300 metros de onde ocorreu a fatalidade.
 
A perícia da Polícia Civil esteve presente e liberou os corpos para a funerária.
 
AFOGAMENTO
 
Era por volta das 14h de sexta-feira, 19/01, quando os irmãos, Adriano Teixeira Chaves de 22 anos e Fabiano Teixeira Chaves de 23 anos, além do amigo deles, Edivaldo Horácio, se afogaram nas águas do rio Manhuaçu, no local conhecido como Cachoeira do Caracol.
 
Segundo relatos de testemunhas, um deles se afogou e os outros dois na tentativa de salvamento, também se afogaram.
 
Os três eram moradores do Córrego São Vicente, zona rural de Simonésia.
 
A Cachoeira do Caracol já é conhecida por diversos casos de afogamento, um deles, talvez o mais grave registrado, ocorreu em 2013, onde quatro pessoas morreram de uma vez tentando salvar uma criança.
 
O alerta é para se evitar o local, pois o visual bonito e as águas aparentemente calmas, escondem o perigo. "Redemoinhos se formam e, em questão de segundos, sugam tudo para o fundo", afirmou um dos moradores da região.
 
Nas redes sociais, as pessoas pedem uma ação das autoridades, como proibição ou pelo menos sinalização do perigo, para que tantas tragédias sejam evitadas.
 
No local não existe placa alertando sobre o perigo aos banhistas.
 
SEPULTAMENTO
 
Os corpos dos três jovens da Comunidade São Vicente em Simonésia, mortos na cachoeira Caracol, em Ipanema, na sexta feira 19/01, foram sepultados em uma cerimônia coletiva no inicio da manhã deste domingo (21), no Cemitério Municipal, em Simonésia.
 
O velório ocorreu na Capela Velório do Lar dos idosos São Vicente de Paulo, a partir das 23h deste sábado, e os momentos de silêncio, foram intercalados pelo choro de familiares e amigos dos irmãos, Adriano Teixeira Chaves e Fabiano Teixeira Chaves, além do amigo, Edivaldo Horácio (Tango), que perplexos pareciam não acreditar no que estava acontecendo.
 
Um grande número de pessoas acompanharam o cortejo até o cemitério e todos se ajeitavam em um pequeno espaço, na busca de dar o ultimo adeus, aos três amigos. Ainda durante o velório e sepultamento, algumas pessoas passaram mal e precisaram atendimento.
 
A comunidade que fora abalada recentemente pela morte precoce de uma criança de 4 anos, com uma picada de aranha, agora suporta mais uma dor inexplicável. “Estamos arrasados, eram jovens muito bons, super educados, trabalhadores e honestos” disse um morador local.
 
Um outro comenta “Não tem como explicar uma tragédia como essa. É algo que impacta na vida de toda a comunidade, eles trabalhavam comigo e sempre foram muito dedicados, se foram pessoas muito boas” finalizou.
 
Os caixões permaneceram lacrados durante todo o tempo e ao final do sepultamento, todos aplaudiram os irmãos e amigos, que até na morte se tornaram inseparáveis.
 
Nas redes sociais a comoção também foi grande e centenas de pessoas se solidarizaram com os familiares e Comunidade de São Vicente, que passa por mais esse momento lamentável. 
 
Divino Augusto – Portal Simonésia/Giro21 / IpaNews com imagens de Geraldo Fotógrafo













}