CAIC recebe prêmio do Ministério Público do Trabalho



 

Tamanho da fonte    




A Escola Municipal São Vicente de Paulo (CAIC) de Manhuaçu recebeu dez computadores e carteiras do Ministério Público do Trabalho (MPT). O educandário se inscreveu no Projeto "Peteca", que tem o objetivo de disseminar informações para combater a exploração da mão-de-obra da criança e do adolescente. As escolas contempladas também receberam um placa de homenagem enviada pelo Ministério Público do Trabalho. 
 
Para a diretora do CAIC Manhuaçu, Vanessa Ferreira de Medeiros, "foi com muita alegria que recebemos estes computadores do MPT. A maioria dos nossos alunos vivem em situação de risco social, são carentes e não possuem contato com tecnologia, principalmente computadores. Quando eles (alunos) viram as máquinas chegando na escola, os olhos deles brilhavam. Foi muito emocionante", comentou.
 
Antes, o CAIC tinha computadores emprestados pelo Centro de Apoio à Família (CAF). Hoje, os alunos podem contemplar máquinas totalmente novas parta o aperfeiçoamento do ensino. "Estamos utilizando os computadores da melhor maneira possível. É visível que o aprendizado deles também melhorou. Além disso, na parte da tarde temos oficina de informática e é exatamente esta que eles mais pedem. Queremos sempre o melhor para os nossos alunos, que merecem todo o nosso carinho", concluiu Vanessa.
 
O Projeto
 
A proposta do Projeto "Peteca" de fomentar a produção de conteúdos sobre a prática do trabalho infantil aguçou a criatividade dos participantes, que enviaram trabalhos de várias modalidades: paródias, videoclipes, poesias, peças teatrais, desenhos, entre outros.
 
A entrega dos prêmios constitui a quinta e última etapa de implantação da primeira fase do Projeto MPT na Escola, nos municípios que assinaram Termo de Cooperação Técnica com MPT, durante as audiências públicas realizadas nos municípios do interior do estado. A iniciativa consiste na sensibilização de gestores públicos municipais para a implementação de politicas públicas voltadas para o combate ao trabalho infantil.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
 
Em setembro, 167 educadores de 45 cidades de Minas participaram da Oficina de Formação do Programa de Educação Contra o Trabalho de Crianças e Adolescentes (Peteca/MPT na Escola), que abordou a atuação de diversos órgãos (Conselhos Estaduais e Municipais de Defesa da Criança e do Adolescente, Promotorias e Juizados da Infância, do Ministério do Trabalho e Emprego e MPT) como rede de proteção integral a crianças e adolescentes.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
 
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu