Câmara de Manhuaçu solicita abertura de banheiros na rodoviária e questiona funcionamento de feira itinerante



 

Tamanho da fonte    




A Câmara de Vereadores de Manhuaçu promoveu reunião ordinária, na noite desta quinta-feira, 02/06, presidida por Jorge Augusto Pereira “Jorge do Ibéria”, em que projetos, resoluções, requerimentos e moções foram votados. Os vereadores também solicitaram abertura dos banheiros públicos na rodoviária e pediram providências da prefeitura contra o funcionamento de feiras itinerantes que se instalam na cidade e distritos esporadicamente. 
 
Aprovados
 
Aprovado projeto de lei de autoria do vereador Juninho Linhares que institui o Dia Municipal da Mulher 
 
Ciência
 
Foi dado ciência projeto de lei de autoria do Poder Executivo que altera a redação do art. 28 da Lei Municipal nº 2.418, de 30 de janeiro de 2004 (jornada de trabalho).
 
Também foi dado ciência o projeto de lei de autoria do vereador Rogério Filgueiras que concede o Diploma de Honra ao Mérito aos Mineirinhos de Deus
 
Rejeitado
 
Foi rejeitado por 9 votos contra, 4 a favor e uma abstenção, o projeto de lei de autoria do Poder Executivo que altera a redação do art. 3º da Lei Municipal nº 1.933, de 09 de junho de 1995.
 
Reunião Positiva
 
O Presidente da Câmara, Jorge do Ibéria, considerou a sessão positiva. “Foi uma reunião que fluiu muito bem já que vários projetos foram votados. Hoje seria colocado em pauta o projeto da regulamentação da carga horária, mas teve a divergência com os servidores da educação, então ficou marcada reunião extraordinária para terça-feira, 07/06, para definir esta situação. Vou sugerir também que a educação municipal seguisse o mesmo critério da educação estadual”, comentou.
 
Jorge também questionou o fechamento dos banheiros públicos da rodoviária. “Pedimos ao prefeito que reabra o banheiro da rodoviária para portadores de necessidades especiais, pois até hoje está fechado e o povo está reclamando com toda razão”, solicitou.
 
Ibéria ainda lembrou a reivindicação que a Câmara fez ao prefeito e ao Secretário de Fazendo a favor dos comerciantes de Manhuaçu sobre o funcionamento das feiras itinerantes. “Esse pessoal que vem de fora leva o dinheiro daqui e não investe um centavo na nossa cidade. Achei estranho o Secretário de Fazenda liberar o alvará. Fizemos um requerimento pedindo ao prefeito e secretário que colabore com os comerciantes de Manhuaçu, pois estão passando por crise e pagam luz, aluguel, água e os impostos de forma correta”, argumentou.
 
Projetos Incompletos
 
O vereador Fernando Lacerda também falou sobre os projetos da prefeitura que chegam à Casa Legislativa de forma incompleta ou incorreta. “Mais uma vez a gente deixa de votar um projeto enviado pelo Poder Executivo por vir errado ou incompleto. Esta Casa não pode mais aceitar é levar o nome de que a gente está atrasando o município quando na verdade o papel é de fiscalizar e quando chega um projeto que não está em conformidade com a lei, a nossa obrigação é pedir a correção. É o terceiro projeto da suplementação do SUS que veio de maneira errada. Não podemos pagar por incompetência da prefeitura e a Câmara não pode ser culpada por isto”, esclareceu..
 
(foto: Assessoria de Imprensa)
 
(foto: Assessoria de Imprensa)
 
(foto: Assessoria de Imprensa)
 
Assessoria de Imprensa













}