Cartunista Quinho é homenageado pela AML



 

Tamanho da fonte    




Em mais uma demonstração de valorização da cultura e dos talentos artísticos locais, a Academia Manhuaçuense de Letras (AML) prestou uma homenagem especial na reunião ocorrida no dia 6 de maio. Desta vez, o destaque foi para Quinho Cartunista, conhecido internacionalmente pelo talento ímpar de suas charges, cartuns, quadrinhos e caricaturas de personalidades diversas. 

A Mesa Diretora da solenidade foi composta pela Presidente da AML, Abla Slaibi; 2º secretário da AML e Presidente da Fundação Manhuaçuense de Cultura, Dr. Fábio Araujo de Sá; Professora Rayta Castro, representando as mães, e o Cartunista Marcos de Souza - o Quinho. O Acadêmico, Professor Flávio Almeida procedeu a oração inicial. 
 
Ainda na abertura da cerimônia, Dr. Fábio Araujo agradeceu aos profissionais da imprensa presentes e mencionou o apoio dos jornais locais e dos portais de notícias, ressaltando a importância parceria entre a Fundação Manhuaçuense de Cultura e a mídia. 
 
Convidada a se pronunciar, a Acadêmica Márcia de Souza Lacerda fez uma brilhante e emocionante apresentação sobre a vida e obra de seu irmão Marcos de Souza, o cartunista Quinho, o qual, ao fazer uso da palavra, agradeceu à homenagem e aos professores, familiares e amigos que muito o apoiaram durante as primeiras fases de sua vida profissional. 
 
Quinho também citou as dificuldades do início da carreira, relatando fatos pitorescos dessa caminhada de sucesso. 
 
O relato da trajetória de trabalho de Quinho foi enriquecido pela exibição de um vídeo, produzido por Dr. Fábio Araújo, apresentando fotos e reportagens sobre o artista, bem como algumas de suas ilustrações e charges.  A face artística de Marcos de Souza como vocalista de banda de rock também fez parte do vídeo.
Acadêmicos e convidados presentes à reunião (foto: Thomaz Júnior)
O Diretor Municipal de Cultural, SJ de Moraes, e o Presidente do Conselho Municipal de Patrimônio Cultural, Lauro de Moraes, também fizeram uso da palavra e, entre outros assuntos, abordaram a iniciativa de se evidenciar a República de Manhuassu, na data em que ocorrera (10 a 31 de Maio), como proposta de resgate à memória e reflexão sobre a história do município.
 
O Dia das Mães também foi lembrado, por meio de uma comovente homenagem às Mães prestada pelo Acadêmico, Professor Eduardo Portilho. No encerramento, houve sorteio de brindes e momento de confraternização entre os acadêmicos, convidados e homenageados ao sabor de um delicioso lanche. 
 
Thomaz Jr.













}