CMS aprova contratação de médicos especialistas e retomada de obra na SMS. Atendimento em ESF é questionado



 

Tamanho da fonte    




A reunião mensal do Conselho Municipal de Saúde de Manhuaçu aconteceu no auditório da Secretaria de Saúde na quarta-feira, 21/06. Conselheiros aprovaram a realização de um mutirão de cirurgias eletivas e a conclusão da construção do prédio onde irá funcionar a farmácia do SUS e os setores da Diretoria de Vigilância em Saúde. Leia os temas de encontro dos conselheiros.
 
Recursos HCL
 
O presidente do Conselho Municipal de Saúde Nelson de Abreu, informou aos conselheiros a recepção de recursos por parte do Hospital César Leite advindos de emendas dos deputados Renzo Braz (R$ 100.000,00) e Mário Heringer (199.999,00).
 
Medicamentos especiais
 
Conselheiros foram informados também sobre o processo de transferência da entrega de medicamentos da farmácia da Gerência Regional de Saúde, em Manhuaçu, para pacientes do município, evitando assim que os mesmos tenham que ser buscados em Manhumirim. Conforme o presidente, o local de distribuição será na Farmácia Popular. A data será divulgada pela Prefeitura. “Esta também é uma antiga luta do Conselho de Saúde que tem cobrado e lutado para isso há muito tempo e agora a ponto de ser concretizada”, finalizou Nelson de Abreu.
 
Vilanova
 
Nelson de Abreu citou ainda a indefinição do terreno para construção da unidade de saúde de Vilanova por fatores políticos, o que não pode acontecer, tendo em vista que a principal prejudicada é a população. “Na saúde não pode haver política partidária”, cobrou o Abreu.
Retomada da construção de obra da farmácia
 
Os conselheiros aprovaram a retomada da construção da farmácia paralisada há anos junto à Secretaria Municipal de Saúde. No local, funcionarão a farmácia do SUS com sua dispensação de medicamentos para pacientes e unidades de saúde e todos os setores da Diretoria de Vigilância em Saúde (Vigilâncias Epidemiológica, Sanitária e Ambiental). Com isso todos os serviços serão concentrados em um único local evitando o gasto com aluguéis. Foi apresentada na reunião como será feita a distribuição dos espaços, bem como a nova planta readequando a construção.
 
Cirurgias eletivas
 
Há uma grande demanda de cirurgias eletivas (aquelas que não são urgentes) para serem realizadas. Os conselheiros de saúde autorizaram a Secretaria a contratar médicos para realizá-las com pagamento de uma complementação além do que é pago pela tabela de preços do Sistema Único de Saúde (SUS). Serão atendidos pacientes que precisam dos procedimentos de Facoemulsificação (Catarata); Timpanoplastia; Sinusotomia; Ressecção de Cisto Sinovial; Tratamento Cirúrgico de Fratura Diáfise do Fêmur; Hernioplastia Umbilical; Laqueadura; entre outros já inseridos no SUS Fácil.  Os conselheiros solicitam que os serviços sejam, preferencialmente,  no Hospital César Leite, o que não impede de que sejam contratados em outros locais. 
 
Contratações de especialistas para policlínica
 
A Policlínica Municipal Dr. Jorge Hannas está com a falta de atendimento de várias especialidades médicas. Alguns funcionários saíram, outros se aposentaram e assim há defasagem de profissionais. Conselheiros aprovaram a contratação de médicos para o atendimento à população nas especialidades Ortopedia, Psiquiatria, Cardiologia, Reumatologia, Ginecologia, Radiologia. O conselheiro Dilson Dias Dutra frisou a importância da contratação também na área de Nefrologia, sendo acompanhado pelos demais conselheiros.
 
11ª Conferência Municipal de Saúde
 
Ana Lígia de Assis, do Setor de Planejamento da Secretaria de Saúde, apresentou aos conselheiros como está a preparação da 11ª Conferência Municipal de Saúde de Manhuaçu a ser realizada dia 5 de agosto, com o tema “SUS Manhuaçu: Acesso, Qualidade de Cidadania”. A Conferência terá eixos voltados para  a discussão e debate da realidade do controle social no município. Como parte da preparação para a 11ª Conferência estão sendo promovidas a reuniões locais em todos as unidades de saúde desde o dia 7 de junho com programação até 7 de julho tendo como público alvo os usuários do SUS. Uma pré-conferência já está agendada para 14/07 para ouvir os trabalhadores em saúde, entidades sociais, prestadores de serviços aos SUS e representantes do Governo Municipal. Destas reuniões serão eleitos os delegados para a 11ª Conferência. A equipe de organização da Conferência tem se reunido no auditório da Secretaria de Saúde. As próximas serão dias 30/06, 07/07, 28/07, 04/08.
 
Assuntos gerais
 
Conselheiro José Garcia apresentou reclamação escrita de uma reclamante sobre a falta de recolhimento de lixo especial no posto de atendimento de Bom Jesus de Realeza. 
 
A participação de usuários na Conferência de Saúde das Mulheres poderia ter sido melhor, disse o Conselheiro Jadir Nunes, se a mesma não tivesse sido programada para uma quinta-feira, dia em que as pessoas estão trabalhando. O conselheiro disse que a organização de futuros eventos não pode cometer o mesmo erro, uma vez que quanto maior a participação popular será a garantia de uma discussão muito mais ampla. 
 
Jadir Nunes voltou a tornar pública sua insatisfação com a permanência de pacientes por um longo período na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na espera de vaga hospitalar.  Isso não pode continuar assim, tem pessoas morrendo sem ter a oportunidade de serem atendidas em um hospital, o que é um desrespeito. 
 
Conselheiro Alan Quintão cobrou mais uma vez a regularização do atendimento  médico na unidade de saúde do Bairro Engenho da Serra. O atendimento em regime “paliativo” não atende às necessidades dos usuários SUS, problema este verificado em outras unidades.
 
Luiz Nascimento