Começam as audiências dos envolvidos em assaltos a bancos de Santa Margarida



 

Tamanho da fonte    




Um aparato policial parou a cidade de Abre Campo, na tarde de quarta-feira, 27/09, e chamou a atenção da população. A porta do Fórum foi cercada por policiais e viaturas, para que os cinco homens envolvidos em assaltos a bancos na região fossem ouvidos, na primeira audiência de instrução.
 
Três deles foram presos logo após um assalto ocorrido na manhã do dia 10 de julho, em Santa Margarida que culminou com a morte de duas pessoas (um militar e um segurança do banco), e deixou outras duas feridas. O quarto envolvido, acabou preso na tarde de domingo, 16 de julho, em uma casa, onde estava escondido, na cidade de Orizânia. Já o quinto elemento, é acusado de ser o chefe da quadrilha e o fornecedor das armas e explosivos e carros para as ações. Ele foi preso na manhã do dia 26 de julho, em sua residência, no zona rural de Fervedouro.
 
Os cinco são acusados pelos assaltos, formação de quadrilha, duplo homicídio, tentativas de homicídios, recepção e diversos outros crimes. Além deles, outros integrantes, que foram presos posteriormente, em ações dos policiais da agência de inteligência de Muriaé, coordenados pelo delegado Tayroni Espíndola, e diversas outras equipes da Polícia Civil da região, serão ouvidos e também estão aguardando, presos em Ponte Nova, a decisão da justiça.
 
A Polícia, por intermédio de ordens judiciais apreendeu diversos bens da quadrilha, como carros, caminhões e outros produtos, que provavelmente foram comprados com dinheiro dos crimes cometidos.
 
Interligado Online













}