Concurso Polícia Civil: Saiu edital com 119 vagas para Escrivão



 

Tamanho da fonte    




A Polícia Civil do estado de Minas Gerais vai abrir em setembro as inscrições do novo concurso público que tem 119 vagas para Escrivão de Polícia I (concurso PC-MG). A função exige nível superior em qualquer área de formação e tem salário de R$ 4.098,39 por jornada semanal de trabalho de 40 horas, sob regime estatutário. A Fundação Mariana Resende Costa - FUMARC coordenará a seleção.
 
O candidato interessado deve ter ainda idade mínima de 18 anos na data da posse, estar em dia com as obrigações eleitorais e, em caso de candidato do sexo masculino, também, com as militares, além de estar em pleno exercício de seus direitos civis e políticos.
 
Entre as atividades do Escrivão de Polícia estão registrar em termo declarações, depoimentos e informações de autores, suspeitos, vítimas, testemunhas, mediante inquirição do Delegado de Polícia competente; lavrar os autos de prisão em flagrante, sob a presidência e direção do Delegado de Polícia, e expedir as respectivas comunicações pertinentes às prisões; realizar a autuação, movimentação, remessa e recebimento dos inquéritos policiais, processos e demais procedimentos legais; formalizar autos e termos de apreensões, depósitos, restituições, fianças, acareações e reconhecimentos de pessoas e coisas, dentre outros previstos na legislação.
 
As inscrições no concurso serão realizadas entre 9 horas de 12 de setembro e as 23 horas de 22 de outubro de 2018, pelo site da Fumarc: www.fumarc.com.br. A taxa de participação será de R$ 160,00, com isenção para candidatos desempregados ou hipossuficientes que estejam cadastrados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadúnico).
 
A prova objetiva será a primeira etapa de avaliação dos inscritos e está prevista para o dia 02 de dezembro, com aplicação na cidade de Belo Horizonte. Serão aplicadas 60 questões, sendo 6 de Direitos Humanos, 20 questões de Língua Portuguesa, 5 questões de Noções de Criminologia, 10 questões de Noções de Direito, 14 questões de Noções de Informática e 5 questões de Noções de Medicina Legal. Cada questão da prova valerá 1 ponto e será considerado aprovado na etapa o candidato que obtiver o mínimo de 60% do total de pontos da prova e 20% do total de pontos em cada disciplina.
 
Os candidatos aprovados na prova objetiva passarão ainda pelas etapas de prova de digitação, de caráter eliminatório; exames biomédicos e biofísicos, de caráter eliminatório; provas de títulos, de caráter classificatório; e investigação social, de caráter eliminatório.
 
A validade do concurso será de dois anos contados a partir da homologação, prazo que pode ser prorrogado uma vez pelo mesmo período.
 













}