Consórcio Intermunicipal de Saúde implanta SAMU em Manhuaçu



 

Tamanho da fonte    




O prefeito de Manhuaçu, Nailton Heringer, o secretário de Saúde de Manhuaçu, José Rafael e o subprocurador da Prefeitura Dângelo Maurício, participaram de uma reunião para debater a implantação da rede de urgência e emergência nas microrregiões de Manhuaçu, Ponte Nova e Viçosa e elaboração do consórcio intermunicipal de operação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O evento aconteceu nesta quarta-feira (2), em Ponte Nova.

O SAMU, que garantirá atendimento à população funcionando no sistema 24 horas, consiste em ampliação de assistência melhorada na área de urgência e emergência, além de Unidades de Suportes Avançadas (USA’s), composta por uma UTI móvel, médico intervencionista, enfermeiro e condutor socorrista; e Unidades de Suportes Básicas (USB’s) que possui técnico de enfermagem e condutor socorrista. Após a criação do consórcio de Urgência e Emergência da região ampliada do Leste do Sul, o município deve encaminhar o contrato ao poder legislativo para aprovação.  

A região tem como cidades pólos Manhuaçu, Ponte Nova e Viçosa, totalizando 53 municípios e 670 mil habitantes. Compareceram ao evento, representantes de 48 municípios. Manhuaçu, através dos esforços do prefeito Nailton Heringer, conseguiu obter duas USA’s e USB’s. Aquisições, que na opinião do prefeito, são conquistas para a região. Outras cidades contempladas com Unidades de Suporte Básico foram Manhumirim, Lajinha, Santana do Manhuaçu, São João do Manhuaçu, Matipó, Ipanema, Mutum e duas Manhuaçu, totalizando nove unidades.

O coordenador estadual de emergência da Secretaria de Estado de Saúde, Rasivel dos Reis Santos Júnior, destacou a importância da viabilização das unidades de atendimento para todas as regiões. "Já implantamos em diversas localidades de Minas e estamos inaugurando agora na região Leste do Sul, com bastante sucesso nesses locais. Toda estrutura serve para reduzir mortalidades e complicações por fatores que podem ser evitadas, como acidente vascular cerebral  e infarto agudo do miocárdio”, falou.

Rasivel dos Reis argumentou que o encontro é um dos passos na implantação das redes no estado. “A Rede de Urgência e Emergência traz o início da regionalização do serviço em todos os municípios da microrregião de Manhuaçu, Ponte Nova e Viçosa. Vamos decidir os componentes do SAMU, as unidades de suporte avançado e básico e a distribuição das equipes com as ambulâncias nos municípios, para que possamos garantir um tempo de resposta mais curto para o atendimento. Vamos compartilhar de uma discussão que vai definir a localização das bases do serviço e da central operativa que será única, para trabalharmos em todos os municípios, e controlar a partir de uma central que receberá ligações do número 192” explicou.
 
Esforço do prefeito, benefício para Manhuaçu


Através de diálogos com os profissionais responsáveis pela saúde e prefeitos, Nailton Heringer obteve mais duas unidades de atendimento para a região, visando ampliar e qualificar o acesso ao atendimento na região. “Conseguimos um acordo para levarmos mais uma USA e USB para Manhuaçu, devido a nossa grande população regional. A distância de Ponte Nova a Manhuaçu é grande. Ponte Nova estava com duas Unidades de Saúde Avançadas e convencemos os prefeitos, através de nossa proposta plausível, que a cidade necessitava de mais unidades para atender com mais rapidez, tendo em vista a grande população da região e as duas BR’s. Estamos postulando a construção de uma USA e USB em Realeza para atender essa demanda das rodovias e a outra em Manhuaçu”, comemorou Nailton.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)

O prefeito acrescentou que as novas unidades facilitarão o deslocamento das equipes e diminuirá o tempo de espera da população. “As unidades de Realeza poderão atender os municípios vizinhos e os distritos. Será de grande importância para a região devido a quantidade de acidentes que acontecem nas duas BR’s. E a de Manhuaçu para encurtar a distância com Martins Soares, Reduto, entre outros municípios”.  

Nailton Heringer argumentou que o consórcio será um investimento importante para a população, uma vez que os municípios passarão a ter serviço de atendimento de qualidade. “As unidades servem para urgência e emergência. O consórcio tem a finalidade de agilizar o deslocamento das equipes e reduzir o tempo de espera para o atendimento de emergência. Estas unidades terão uma central, com pessoas capacitadas, e equipamentos de última geração para atender com eficiência. A aquisição de mais duas unidades de atendimentos foi positiva, pois não poderíamos ficar com uma unidade de suporte avançado e unidade de suporte básico, se compararmos a nossa demanda em relação as outras microrregiões. Demos um grande passo quanto a isso e vamos buscar, junto ao governo estadual, alternativas para colocar estas unidades em funcionamento até o ano que vem”, finalizou.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)

(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu














}