Copa do Mundo: Ruas começam a ser enfeitadas, mas moradores estão desmotivados



 

Tamanho da fonte    




A pouco menos de 30 dias para a Copa do Mundo no Brasil, algumas ruas em Manhuaçu começaram a ser enfeitadas pelos moradores. Apesar da maior competição esportiva do mundo acontecer no Brasil, até o momento, os brasileiros se mostram desmotivados.

Sua rua está enfeitada? Manda as fotos pra gente! Clique aqui

"Que pena que não é mais aquele clima de pátria como era antigamente. Dava frio na barriga e muitas emoções. As coisas mudaram. A seleção não tem mais aquela paixão e respeito pelo povo brasileiro como era antigamente. Na minha primeira copa, eu tinha oito anos. Me lembro dos moradores da Rua Sebastiana Moura, no Bairro Santa Luzia, em Manhuaçu, que sempre pintavam, agitavam e enfeitavam a rua toda. Daí em diante eu sempre ajudei. Saudades! Acho que este ano nem clima tem e olha que a copa é no Brasil", contou Gláucio Diniz.

(foto: Geilson Dangelo)Apesar de desânimo, alguns moradores ainda tentam entrar no clima de festa. Como é o caso dos moradores da Rua João Claudino, no Centro de Manhuaçu. Uma das pessoas que tomaram a iniciativa foi Lucas Gil, que conta como tudo começou. "Desde 1982, os moradores enfeitam a nossa rua, porém com o passar dos anos vai mudando as pessoas e desta vez fui eu, o Rogério e Roninho que tivemos a iniciativa, pois antes eram os pais deles que organizavam. O que me espanta é que na última copa, havia muita mais animação", contou.

Roninho citou a união de todos. "Todo mundo ajuda com um pouco, ou dão dinheiro ou ajudam a colocar as bandeirolas e pintar", detalhou.

(foto: Geilson Dangelo)

Ainda não se sabe o motivo certo das pessoas estarem desanimadas, pois em conversa com algumas, cada uma aponta um item como: medo de manifestação durante a copa, o uso excessivo de celular, computador e video game que atrapalham a interação com outras pessoas, excesso de trabalho e falta de iniciativas dos poderes públicos e privados.

Lucas Gil e Roninho pintando o muro da rua (foto: Divulgação)

(foto: Geilson Dangelo)

Objetos do Brasil na casa de Roninho, um dos moradores da rua enfeitada (foto: Geilson Dangelo)

Bonecos de jogadores da Copa de 1998 estampam a parede da casa de Roninho (foto: Geilson Dangelo)

Geilson Dangelo














}