Corpo de Bombeiros de Manhuaçu recebe unidade de resgate do Governo de Minas



 

Tamanho da fonte    




O governador Fernando Pimentel entregou nesta terça-feira, 21/02, em Belo Horizonte, 35 novas Unidades de Resgate e três motocicletas ao Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). Manhuaçu e Caratinga receberam unidades de resgate modelo Citroen Jumper.
 
A aquisição de novas viaturas está inserida nas ações do programa de revitalização e reequipamento do CBMMG, com objetivo de melhorar a frota e dar mais condições de atendimento ao setor de urgência e emergência.
 
Com investimento de R$ 4,6 milhões, dos quais R$ 2,6 milhões são oriundos da Taxa de Incêndio, a aquisição de novas unidades é mais uma demanda da população recebida durante os Fóruns Regionais de Governo.
 
Em seu discurso, Pimentel ressaltou o trabalho de sua gestão para valorizar o servidor público estadual e garantiu que todos os direitos serão preservados, apesar de pressões em contrário.
 
 “Estamos vivendo a maior crise política e institucional da história do Brasil. Estamos vendo ao nosso lado estados fortes se dissolvendo à luz do dia, serviços públicos entrando em colapso, uma pressão enorme de setores da sociedade para que seja feito um ajuste fiscal que, se for feito da maneira como está sendo apregoada em Brasília, vai piorar ainda mais a crise que estamos vivendo”, disse.
 
O governador reafirmou que Minas Gerais não cederá às pressões. “Minas está se erguendo para dizer não. Não queremos fazer um ajuste que custe o colapso dos recursos públicos, não vamos sacrificar os direitos dos servidores públicos, especialmente daqueles que escolheram a carreira militar, que colocam a própria vida em risco”, afirmou.
 
“Equilibrar as contas públicas é mais do que necessário, é um objetivo nosso e estamos reduzindo o nosso déficit a cada virada do ano. Vamos continuar preservando os direitos dos servidores públicos porque não existe serviço público se não tiver servidor”, completou o governador.
 
Recuperação fiscal
 
O governador entende que a proposta de ajuste fiscal apresentada pelo governo federal, apesar de ajudar os estados em situação de dificuldade, “elenca contrapartidas duríssimas com os serviços públicos dos estados”.
 
E, segundo ele, “impõe aos estados a obrigação de privatizar as suas empresas públicas como se isso fosse uma receita milagrosa. Ora, é como se faltasse comida na sua casa e você vendesse o fogão para solucionar o problema. Mas você vai fazer a comida onde? Nós temos empresas públicas muito competentes, que estão melhorando a cada dia, Cemig, Copasa, Codemig e outras. Privatizar para quê? Qual é o objetivo dessa pressão para que o Estado venda suas empresas mais eficientes para resolver um problema que nós podemos resolver ao longo do tempo, se houver boa vontade do governo federal? Minas está em alerta e vamos defender na Câmara Federal a retirada das contrapartidas excessivas que vão prejudicar o povo de Minas Gerais”, garantiu.
 
Entrega
 
Fernando Pimentel ressaltou que a entrega de veículos para o Corpo de Bombeiros melhora a qualidade do atendimento à população. “Um Corpo de Bombeiros Militar bem equipado, bem treinado, motivado, bem orientado é tudo que a população precisa para assegurar tranquilidade e paz nos momentos mais necessário, e é aí que o Bombeiro mostra a sua presença, a sua necessidade”, disse.
 
O governador também destacou a importância das emendas parlamentares como mecanismo “da boa política”. “Estamos entregando viaturas que vão para o interior do Estado graças a emendas dos deputados. Escuto críticas ao mecanismo das emendas como se isso fosse uma forma atrasada de fazer política, mas é ao contrário. É a forma mais legítima que existe para fazer política, usando os recursos públicos da forma mais correta por aqueles que são os representantes mais legítimo da população do nosso Estado”, completou.
 
O comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Luiz Henrique Gualberto, lembrou a importância de se renovar a frota da corporação. “O Corpo de Bombeiros está presente em 63 municípios. Desses, vamos substituir a metade (da frota) e já tem projeto para que todas as viaturas sejam incorporadas em todas as cidades. No ano passado, também distribuímos viaturas e renovamos 20% da frota. É importante atingir todos os municípios e a frota por completo”, avaliou.
 
As viaturas serão distribuídas a 30 municípios do interior e irão reforçar a frota da corporação nos atendimentos de urgência e emergência em todo estado. Os veículos de atendimento à população estão equipados com oxigênio, maca e kits de imobilização (ked), entre outros equipamentos e materiais necessários para o atendimento de vítimas. As três motocicletas para o serviço de moto resgate serão destinadas à unidade dos bombeiros de Uberaba.
 
Em 2016, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais recebeu 163 viaturas, para uso, especialmente, nas atividades de prevenção e fiscalização.
Também participaram do evento os secretários de Estado de Segurança Pública, Sérgio Menezes, de Administração Prisional, Francisco Kupidlowski, e de Desenvolvimento Agrário, Professor Neivaldo, além de deputados federais e estaduais, prefeitos e militares.
 
Assessoria de Comunicação
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656