Crise leva Governo a cancelar apoio à Marcha para Jesus



 

Tamanho da fonte    




No fim da tarde desta quarta-feira, 26, o prefeito Nailton Heringer e a secretária de Cultura e Turismo, Mariza Klein, se reuniram com os representantes da AMEM – Associação de Ministros Evangélicos de Manhuaçu, para tratar do cancelamento do apoio que o Governo de Manhuaçu vem garantindo ao maior evento voltado ao público evangélico da cidade, que é a Marcha para Jesus. O cancelamento do patrocínio se dá mediante a realidade econômica vivida em todo país, provocado pela forte crise.
 
“Eles queriam o patrocínio, mas devido à crise, foi colocado aos pastores a realidade vivida pelo munícipio, e eles entenderam, concordando então, que a prefeitura nesta edição não vai patrocinar o evento. A partir dessa reunião, eles vão avaliar como será realizada edição da marcha deste ano. Na verdade, o governo tem como colaborar com algo que não gere gasto aos cofres do município, como a sonorização, cujo equipamento é da secretária de Cultura” – relata a secretária Mariza Klein.
 
A decisão do Governo de cancelar o patrocínio da Marcha para Jesus não é a primeira medida para conter os gastos mediante a crises que assola o país e que afeta o município, assim como todas as cidades brasileiras. A primeira foi a suspensão da Feira da Paz, maior festa popular da cidade e região.
 
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu