Dengue: Manhuaçu apresenta baixo índice de infestação



 

Tamanho da fonte    




O Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de outubro deste ano revela que Manhuaçu está com índice satisfatório, com 0,5%. A informação é da Vigilância Ambiental, departamento ligado à Secretaria de Saúde. De acordo com a coordenadora Emilce Estanislau Muniz, apesar de o índice ser considerado baixo, é necessário que a população continue em alerta.
 
"Estamos em um momento tranquilo. As chuvas começaram agora e o calor ainda não está intenso como no verão, ou seja, as condições climáticas não favorecem tanto para uma maior infestação do mosquito transmissor tanto da Dengue, quando do Chikungunya. Somente no primeiro LIRAa de 2015, que é realizado no início do ano, é que teremos a real noção de como estamos lidando com esses problemas. Ainda assim, não podemos deixar que a situação fique complicada para somente depois tomarmos medidas".
 
O município de Manhuaçu é dividido em quatro extratos: três na sede e um em Vilanova, que é o maior distrito. Dentro da cidade, todos os bairros são levantados. Pelo menos 1.800 residências foram checadas na pesquisa. "O levantamento aponta ainda que a maioria dos focos estão sendo encontrado dentro dos domicílios. Isso significa dizer que ainda tem muita gente sem colaborar com a solução para este problema. Encontramos focos dentro de calhas, vaso de plantas, ralos e até mesmo em barris", lamentou Emilce.
 
A coordenadora da Vigilância Ambiental pede a colaboração das pessoas quanto à manutenção limpa do seu espaço domiciliar e reitera que o trabalho do setor é constante. "Infelizmente, no último levantamento que fizemos encontramos índice de pendência superior a 40%, ou seja, quase a metade das casas estavam fechadas quando os agentes de saúde passaram para averiguar o espaço e fazer o tratamento adequado. Muita gente acha que está sendo incomodada, mas tenho certeza de que o incômodo será ainda maior caso alguém da família, ou o própria pessoa, seja acometida tanto pela Dengue, quanto o Chikungunya. Essa luta é de todos. Precisamos nos unir para acabar com este problema", concluiu.
 
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu













}