Dinis afirma em Manhuaçu que mineiros querem mudança para Estado vencer momento difícil



 

Tamanho da fonte    




O ex-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais Dinis Pinheiro defendeu, nessa quarta-feira, 25/10, em Manhuaçu, no Vale do Rio Doce, urgência nas mudanças necessárias no Estado. Dinis participou de encontro na Câmara Municipal, onde foi recebido pelo presidente da Casa, Jorge do Ibéria (PRB), dezenas de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e universitários.
 
“Minas está vivendo o momento mais difícil de sua história. Com todo respeito ao governo que aí se encontra, é um governo sem atitude, sem proatividade, limitado e sem visão. O rombo nas contas públicas no ano que vem será superior a R$ 8 bilhões. E não enxergamos na atual gestão estadual disposição ou competência para mudar esse quadro”, ressaltou.
 
Dinis lembrou que apenas na área da saúde o atual Governo do Estado deve R$ 6 bilhões aos municípios e hospitais filantrópicos, como as Santas Casas.
 
“Só aqui em Manhuaçu a dívida do governo estadual com a saúde é de quase R$ 7 milhões. Para mudar essa triste realidade, são necessários talento e inteligência. Nas andanças que faço pelo Estado, estou identificando no coração dos mineiros um sentimento de mudança, que Minas quer mudar, deve mudar e vai mudar”, afirmou Dinis.
 
Desenvolvimento
 
Antes de chegar à Câmara, Dinis se reuniu com representantes da Associação Comercial, Industrial e Agronegócios de Manhuaçu (ACIAM), da Agência de Desenvolvimento Econômico e Social do Caparaó (ADESC) e da Associação dos Contabilistas do Leste de Minas Gerais (ASCON). Na oportunidade, a situação econômica do Estado foi debatida e Dinis apontou caminhos para o desenvolvimento de Minas Gerais.
 
Assessoria Dinis













}