Diretor do SAAE alerta sobre escassez de água



 

Tamanho da fonte    




Tendo em vista eventual escassez de água no município, o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Manhuaçu, (SAAE), José Aguiar, alerta à população quanto ao desperdício, e o período de seca no município. José Alves de Aguiar destacou a necessidade de conscientização da população em geral quanto à preservação da água.“Tivemos a oportunidade de visitar os três pontos de captação de água que abastecem a sede do município, e percebemos que os níveis das águas estão abaixo do normal para essa época do ano, pois normalmente teria uma reserva maior de água. Ao passar pela cachoeira sete, percebemos o pequeno volume de água que desce pelas pedras. É uma situação preocupante”, enfatizou o diretor do SAAE.
 
Segundo José Aguiar, a escassez de chuvas e o desperdício reduzem a quantidade de água disponibilizada para abastecer a população do município. “Afeta de um modo geral, se chove menos, consequentemente haverá menos água e maiores dificuldades em abastecer toda a população de Manhuaçu, e as pessoas que visitam a nossa cidade. É uma situação que nos preocupa, pois já estamos no meio do mês de janeiro e ainda não choveu. Ainda conseguimos abastecer o mínimo necessário, mas existe a possibilidade da seca se agravar. Novamente alertamos a população quanto à economia de água, usar de forma consciente, para que não venha faltar futuramente”.
 
Quanto as providências tomadas pela autarquia acerca da conscientização da população, José Aguiar afirmou que conta com a parceria dos meios de comunicação, como rádios e jornais, para alertar os munícipes sobre a escassez de chuva e a baixa quantidade de água. “A conscientização é o principal mecanismo que nós temos quanto a conservação da água, temos que ter atitude quanto a conservação e o uso racional desta dádiva, pois não produzimos água, não temos controle sobre o tempo de chuva. Estamos fazendo um levantamento das nascentes, com o objetivo de preservar e recuperar estes locais. Além disso, existem as caixas de contenção, produzidas pela Prefeitura de Manhuaçu, através da Secretaria de Obras, essas caixas são feitas nas margens das estradas vicinais e servem para diminuir o assoreamento dos córregos, rios e lagos, além de reservar e voltar à água para o lençol freático”, disse.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
 
O diretor destacou que o SAAE trabalha para prestar um serviço melhor à população, mas necessita do auxílio da população para obter melhores resultados.“Existem algumas ocasiões em que ocorre a falta de água, por exemplo,posso citar o rompimento de uma rede, que exigiu uma paralisação temporária no abastecimento, mas se mostrou necessária para manutenção correta. Mas volto a solicitar, junto à população, que nos ajude nessa empreitada. Não adianta o SAAE trabalhar, a prefeitura de Manhuaçu se empenhar para melhorar a qualidade deste serviço essencial se não houver colaboração da sociedade em geral. Precisamos economizar e dividir a pouca água que temos”.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
 
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu