Discussão gera tentativa de homicídio na Baixada



 

Tamanho da fonte    




Uma rede de esgoto existente na calçada pode ter sido o estopim para uma confusão que resultou em uma tentativa de homicídio no início da tarde desta segunda-feira, 25/09. O crime aconteceu na Praça José Soares Pires, na Baixada em Manhuaçu, e envolveu cinco pessoas.
 
Segundo informações das vítimas Wagner Ferreira da Costa Junior e Sidney Alves Fagundes, o suspeito José Candido Cerqueira, 62 anos, encontrava-se bastante exaltado, vindo a ameaçá-los de morte.
 
A rede de esgoto existente na calçada do prédio onde o suspeito reside e local onde as vítimas têm um ponto de comércio, gerou o início da discussão. Em seguida, Marcos Abel de Oliveira, interviu na discussão para acalmar a situação, porém ele e José Candido trocara, empurrões e xingamentos.
 
Tiago Candido Ferreira, filho de José Candido, não satisfeito com as ofensas deferidas contra o seu pai, pegou uma faca e foi tirar satisfação com a vítima Marcos Abel. A vítima contou que o acusado o encontrou no terminal rodoviário Antônio Xavier, e disse que “homem nenhum bate no meu pai. Eu vou te matar”. Logo começou a agredi-lo com socos e chutes. Em seguida desferiu um golpe de faca em Marcos Abel que fugiu sentido Praça José Soares Pires, mas foi seguido pelo suspeito que insistia em golpeá-lo mesmo com a intervenção de populares.
 
Marcos recebeu golpes de faca no abdômen, tórax e no ombro esquerdo.
 
Através do COPOM, policiais militares receberam a informação de que o acusado teria se escondido num depósito de lixo, situado à Rua Francisco Fialho. Foi verificado através de mensagens do Whatsapp enviadas pelo suspeito, que ele pediu ao motorista que fosse até a casa de um amigo a fim de buscá-lo.
 
Outra informação dava conta de que uma pessoa estaria deslocando para Manhuaçuzinho em um veículo Ford Scort levando o acusado numa tentativa de fuga.
 
Diligências foram realizadas, porém, até o momento o suspeito não foi localizado.
 
Tribuna do Leste













}