Diversão e poeira num fim de semana de adrenalina Off-Road 4x4 em Manhuaçu



 

Tamanho da fonte    




Um fim de semana de diversão, poeira e lama que reuniu um público apaixonado pelo esporte de aventura num evento que contou com trilhas e disputa entre jipes, trolles e carros adaptados, conhecidos como gaiolas. Numa pista de lama, pilotos puderam mostrar também a força dos 4x4. A cada obstáculo vencido, delírio do público. Organizado pela parceria da Logo Ali Adventure, Jeep Clube e Governo de Manhuaçu, foram inúmeros participantes de diversos estados brasileiros. 
 
O público aprovou o que viu e a secretária de Cultura e Turismo, Mariza Klein, antecipa que o evento passará a ser parte do calendário turístico oficial do município. “Nunca tinha participado de um evento desse. Fiquei impressionada com a quantidade de pessoas de fora. Eu quero incluir esse evento no calendário cultural e turístico da cidade, vamos fazer um projeto de lei para ser aprovado” – ressalta a secretária.
 
Os organizadores também destacam. “Esse ano a prefeitura nos apoiou e fizemos uma festa bonita, e não tivemos nenhum acidente. No ano que vem queremos abraçar outras causas, esse ano ajudamos a Darei com a compra de convites, mas queremos outras causas como asilos e crianças carentes, por isso vamos trabalhar para fazer um evento maior, para poder ajudar mais” – diz o integrante do Jeep Clube Manhuaçu, Adailton Hubner. Para o represente da Logo Ali Adventure o resultado superou as expectativas. “Todas as pessoas que vieram aqui participar das provas ou prestigiar o evento, imagino que foram embora com uma visão diferente do esporte. O resultado foi muito positivo, pois a nossa pista é muito técnica” – disse Carmélio Júnior.
 
Pilotos e equipes buscam o melhor resultado
 
Nas pistas poeira, adrenalina e trabalho de equipe. Estreante na modalidade, o jovem manhuaçuense Nicolas Lomeu, 19 anos, também foi o mais novo competidor. Correu na categoria gaiola e fez bonito, terminou com o segundo melhor tempo. “Eu andei com o carro quebrado, imaginei que fosse ficar com a quarta ou quinta posição, nem sei na verdade, mas consegui ficar em segundo lugar, então está de bom tamanho” – comemora o jovem.
 
O melhor tempo geral foi para o capixaba Jorge Depiante, que aos 50 anos e 18 pista, considerado o vovô do esporte na categoria, levou o troféu para a equipe do Jeep Clube do Espirito Santo. “Na primeira volta que eu fiz o carro não estava bem. Então chamei o preparador e passei o que estava acontecendo. Ele eu uma mexida e consegui reduzir o tempo, saindo com o primeira classificação, campeão da prova. O evento foi muito bom e sair com o primeiro lugar só tenho que sorrir” – comemora Depiante.
 
O Jeep Clube Manhuaçu ficou com o terceiro melhor tempo na classificação geral. “Eu disputei em duas categorias, jipe adaptado e gaiola. Consegui um bom tempo, apesar de esperar um resultado melhor, mas devido a estarmos organizando, me preocupei mais em organizar do que correr. Não tive tempo de correr” – explica Ricardo Alexandre. Ele também foi atração na lama. “Ali foi bravo, o jipinho da gente é baixo e deu trabalho, a primeira vez passou, mas a segunda tive que ser rebocado” – explica.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
 
Além do executivo municipal, as secretarias de Cultura e Turismo, Obras e Esportes participaram ativamente para a realização do Off-Road Adventure, que ainda teve apoio da Amar - Associação de Motociclistas de Manhuaçu e Região e da Renalclin que disponibilizou suporte médico e de ambulância completa com serviço de UTI e da Fazenda Triunfo, que disponibilizou o espaço para a montagem da pista. Em contrapartida, além de garantir diversão o evento cumpriu o papel social, contribuindo com a aquisição de duzentos ingressos do Festival Beneficente de Caldos da Darei, instituição que cuida de menores em condições de risco social no munícipio.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
 
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu













}