Dois pacientes com suspeita de Febre Amarela em Caratinga são transferidos para BH



 

Tamanho da fonte    




A todo o momento diversos pacientes internados em um leito improvisado no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Caratinga, estão sendo transferidos para Belo Horizonte, quando há um agravamento no quadro suspeito de febre amarela.
 
Uma das transferências realizada na manhã da quarta-feira, 18/01. O paciente é Vander Batista Manasses, morador do córrego do Maximiano, em Santa Rita de Minas. Vander está internado há quatro dias na unidade de saúde com suspeita de febre amarela, após o seu estado de saúde se agravar, os médicos decidiram por sua transferência para a capital mineira.
 
A transferência foi realizada por uma UTI móvel de uma empresa particular de remoções da cidade de João Monlevade, solicitada pela Prefeitura de Santa Rita de Minas e disponibilizada através do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico e Social do Leste de Minas – CIDES-LESTE. O paciente recebe o acompanhamento de um médico, um enfermeiro e um condutor socorrista. De acordo com os profissionais da saúde, a transferência de Caratinga até Belo Horizonte dura aproximadamente 6 horas.
 
Vander relatou que havia tomado a vacina de imunização contra a febre amarela, mas acredita que contraiu a doença antes do prazo necessário para o seu efeito no organismo, que é de dez dias.
 
Clarice Rocha Belizário, esposa de Gilmar Rodrigues Clemente, de 38 anos, que está internado há dois dias no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora com suspeita de febre amarela, ambos moradores da “Cabeceira do Suíço”, na zona rural de Caratinga, relatou que no início da semana cogitou-se a possibilidade de uma transferência para o irmão. “Segunda-feira quase transferiu, mas aí ele melhorou e não precisou. Os médicos disseram que ele está bem, mas se houver qualquer alteração poderá ser transferido”.
 
Ainda de acordo com a esposa, durante o período em que ela se encontra no hospital está havendo uma grande movimentação de pacientes que estão sendo transferidos com suspeita de febre amarela. “Ontem teve muitas transferências, três à noite, mais duas hoje de manhã”.
 
TV Super Canal
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656













}