Drogas e simulacros de arma de fogo são apreendidos em Manhuaçu



 

Tamanho da fonte    




A Polícia Militar recebeu informação nesta quarta-feira, 05/04, de que um menor havia postado em sua rede social uma foto com uma arma de fogo aparentando ser um revólver calibre 38. De posse das informações, os militares deslocaram-se ao Bairro Nossa Senhora Aparecida, em Manhuaçu, próximo a região conhecida como balaústres, onde iniciaram uma incursão nas vielas com a finalidade de encontrar o suspeito e a arma.
 
O menor foi localizado e questionado a respeito da foto postada na rede social e informou que a arma da foto pertencia e estaria com outro envolvido e que possivelmente estaria na residência do mesmo.
 
Os militares continuaram as incursões pelas vielas do bairro, e ao retornarem, encontraram o acusado, próximo a BR-262. Nada de ilícito foi encontrado com o mesmo. Ao ser questionado a respeito da arma de fogo postada na rede social, informou não possuir arma de fogo. Na presença das testemunhas, foi questionado se autorizaria as guarnições a procederem uma busca em sua residência na tentativa de localizar a arma de fogo, e com a autorização do mesmo, os militares encontraram dentro de um tênis saquinhos de "chup-chup" material usado para embalar drogas para venda. Ao lado da televisão foram encontradas seis pedras de crack. Debaixo ta televisão foram encontradas três lâminas de barbear que são utilizadas para fracionamento de pedras maiores de crack. As buscas continuaram nos demais cômodos, sendo encontrado próximo a cozinha uma pequena bucha de maconha, a qual o acusado informou que seria para consumo próprio.
 
Questionado a respeito do revólver, informou que estaria de posse de outro suspeito. Os militares continuaram as diligências e ao localizarem o acusado informou que a arma estaria com outro envolvido que foi localizado e este indicou onde a suposta arma de fogo estaria escondida em um bambuzal localizado as margens da BR-262, próximo a região conhecida como balaústres.
 
Durante as buscas no bambuzal, os militares localizaram dois simulacros de arma de fogo, sendo um simulacro de revólver Magnum 357 prata, e outro simulacro de pistola calibre 380. O primeiro suspeito negou que as armas o pertencem, dizendo que quem teria arrumado as armas seria o informante.
 
Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante ao primeiro acusado pelo crime de tráfico. O mesmo foi conduzido para a delegacia para as demais providências.
 
Manhuacu.com/com informações da PM
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656













}