Eleita a nova diretoria do FUNDEB



 

Tamanho da fonte    




Professores da rede municipal de ensino, que foram escolhidos para representarem os demais profissionais da educação estiveram reunidos na última sexta-feira, 1o de novembro, para escolherem a nova diretoria do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (FUNDEB).
 
Obedecendo todos os critérios e o regimento, os participantes debateram e,através do voto democrático foi escolhido dois representantes da categoria para serem os gestores do Fundo e, com o mandato de dois anos consecutivos.
 
Com um papel fundamental junto à Secretaria Municipal de Educação, os representantes dos professores, pais de alunos e membros de outros segmentos, têm a incumbência de estarem auxiliando na avaliação de documentos, fortalecendo as ações relacionadas à educação, bem como a inspeção dos gastos pelo setor.
 
Outro aspecto considerado importante e um mérito, talvez tenha sido o de proporcionar uma melhor redistribuição dos recursos financeiros educacionais, em detrimento ao critério do número de alunos matriculados, com o objetivo de atenuar a enorme desigualdade existente no Brasil.
 
No município de Manhuaçu, desde que foi criado, seus membros estão buscando o aperfeiçoamento do processo de gerenciamento e financeiro no setor educacional.
 
Professora atuante eleita presidente do FUNDEB
 
A eleição para a escolha do novo presidente do Conselho do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação, foi coordenada pela Secretaria Municipal de Educação, Gelvânia Marques. De forma bastante democrática, todos os participantes puderam manifestar o interessante em participar do pleito.
 
Vários professores foram votados no primeiro plano e, em segundo plano a professora Andreia Lima obteve 25 votos. Para suplente, a professora Tatiane Eloi Ferreira Alves, que leciona na Escola Municipal Eni Alves Nogueira (Palmeiras). A escolha e votação em Andreia Lima se deu, em virtude dos professores conhecerem a sua forma de atuação nos movimentos, incisiva e autêntica para discutir os direitos da categoria.
 
Andreia Lima afirma que estará dedicando ao máximo,no sentido de que o trabalho possa ser sequenciado, na busca do fortalecimento do  Conselho do FUNDEB. "Acredito que minha experiência ajudará na caminhada junto ao conselho, pois, o conselheiro Flávio Lacerda, que está deixando a função de presidente foi e é muito atuante. Vamos buscar parceria com a Secretaria Municipal de Educação, para suportarmos as cobranças da classe, que é muito exigente", relata a nova presidente.
 
Ela lembra que só chegou ao cargo, devido aos colegas professores e a Escola Municipal São Vicente de Paulo (CAIC), que, no primeiro momento a colocou para disputar a vaga no Conselho do FUNDEB.
Professores acompanharam explicações, para saberem escolher o representante capaz de representá-los bem frente ao Conselho do FUNDEB
A Secretária Municipal de Educação, Gelvânia Marques ressalta que foi um processo bastante democrático entre os professores, que puderam escolher o novo representante no conselho. O FUNDEB é composto por nove pessoas, com um período de dois anos para desenvolver um trabalho eficiente. A Secretária de Educação disse à reportagem que, para executar as tarefas com dinamismo e transparência, até março de 2014, a nova diretoria estará recebendo um treinamento específico para desenvolver todas as ações, com maior significância. "É um órgão fiscalizador de todas as verbas que vêm para o município, referente a educação. É um papel relevante de cada conselheiro, para que a educação seja de qualidade no município", frisa a Secretária de Educaçaõ Gelvânia Marques.
 
Eduardo Satil