MANHUACU.COM - Escritora Beatriz Zappalá Pimentel lança livro aos 88 anos

Escritora Beatriz Zappalá Pimentel lança livro aos 88 anos



 

Tamanho da fonte    




Memórias da Fazenda Potyrêtá, este é o segundo volume de mais uma obra da escritora e acadêmica, Beatriz Zappalá Pimentel, que ao completar  88 anos de idade, no dia 10/07, falou emocionada sobre a realização de mais este livro.

Em meio à balbúrdia da capital mineira, a narradora se sensibiliza com as dificuldades enfrentadas por um casal de passarinhos e  evoca a vida do campo em contraste com aquele momento.

E, a cada capítulo, o leitor vai saboreando as delícias desse mundo tão diferenciado e conhecendo mais do lírico espaço sob o olhar de Beatriz Zappalá Pimentel. Espaço onde cabem também os cuidados da enfermeira, a dedicação da professora e diretora, a solidariedade da fazendeira. E muitos causos que fazem enxergar melhor a alma do camponês das Minas Gerais.

(foto: Teógenes Nazaré)

“Os dois volumes que escrevi, contam a vida que tive nesta maravilhosa fazenda. Hoje, tudo está diferente, não existe mais este tipo de fazenda colônial, com empregados nas coloniais de baixo e de cima, e o proprietário, o Coronel Juca Pimenta", comentou Beatriz.

A escritora ressalta também a importância da escola e a transformação que ela possibilita na vida das famílias e, sobretudo, na vocação da educadora. Sua escola se tornou o centro de sua atenção como bem demonstra nos retratos ilustrados no livro.

E, para encantar mais, a autora relata a história de Geraldo e Cida: jovens que realizam sonhos de muitos outros e que aparecem como autêntico hino, metáfora da singeleza da vida no campo.

À beira do caminho, sob o dourado das flores do Ipê banhadas pelo luar, eles resgatam toda alegria e esperança que pareciam perdidas.

O casamento na roça e as escolas rurais, acabaram, o campo ficou abandonado, "fiquei muito sentida", contou a autora. "E  isto, foi o que motivou-me a escrever os exemplares regatando esta nossa inesquecível  história para que não caia no esquecimento”, ressaltou Beatriz.

(foto: Teógenes Nazaré)

Devido ao grande sucesso de lançamento, o primeiro volume de Memórias da Fazenda Potyrêtá, teve sua edição esgotada, a autora, atendendo a vários pedidos, terá que imprimir outros.

O segundo exemplar, dando continuidade à historia, teve o seu  ançamento na Academia Mineira de Letras de Belo Horizonte, Academia Manhuaçuese de Letras, e Academia de Ciências Letras e Artes de Minas Gerais.

Outros lançamentos já estão sendo agendados, no Anfiteatro da Câmara Municipal de Manhuaçu, e em Brasilia/DF.  Os exemplares do livro Memórias da Fazenda Potyrêtá, encontram-se a venda na Papelaria Grafite e pelo telefone 33 3331-1493.

Teógenes Nazaré