Ex-prefeito de Manhuaçu, Mário Assad, morre em BH



 

Tamanho da fonte    




O ex-prefeito de Manhuaçu entre 2001 e 2004, Mário Assad, 90 anos, morreu, no início da noite deste sábado, 12/09. Ele também foi advogado, professor, deputado estadual e federal.

O velório aconteceu no Cemitério Bosque da Esperança, em Belo Horizonte e o sepultamento foi na tarde deste domingo.

Diversas pessoas, entidades e instituições de Manhuaçu lamentaram a morte de Mário Assad, devido a maneira como ele conduziu a vida pública.

Mário Assad foi prefeito de Manhuaçu durante o período de 2001 a 2004, sendo eleito pelo PFL (atual Democratas). Sua passagem pela prefeitura foi marcada pela gestão de investimentos significativos, como o asfaltamento das estradas até os distritos de Ponte do Silva e de São Sebastião do Sacramento, a duplicação do sistema de abastecimento de Manhuaçuzinho, ponte perto do Posto Marília, quadra na Petrina, Engenho da Serra e Santo Amaro de Minas e outros investimentos em obras e na área social.

Mário Assad viabilizou investimentos como a construção de escolas, asfaltamento de estradas, estádios, pontes e unidades de saúde em vários municípios da região.

Ao final do mandato de prefeito, foi passar os seus últimos anos com sua família, em especial sua esposa Dona Neide e seu filho Mário Assad Júnior, que segue a carreira política do pai.

Manhuacu.com