Falsa aposentadoria: Morador de Santa Margarida é lesado em R$200 mil reais



 

Tamanho da fonte    




Um morador de 71 anos, residente no Córrego São Paulo, em Santa Margarida, cansado de pagar despesas de um processo de aposentadoria procurou a Polícia Militar na tarde de ontem e contou que há aproximadamente dez anos está em contato com um homem, que prometeu aposentá-lo e permanentemente fica “pegando” dinheiro para as despesas processuais.
 
O denunciante relatou que o rapaz da “promessa” estaria hospedado em um hotel da cidade. Com a finalidade de identificar o suspeito, policiais militares foram ao local onde foi feito contato com uma mulher que seria a esposa do suspeito de 42 anos, e informou que ele havia saído para o banco.
 
A vítima informou que conhece o rapaz há muito tempo, porém, não sabe se o suspeito é habilitado para trabalhar com processos de aposentadoria, mas sabe de várias pessoas que são clientes dele.
 
Para a polícia, a vítima disse que o processo já tramita há dez anos e que nesse período já pagou R$ 200 mil reais, e agora está tentando aposentar a esposa.
 
Uma outra moradora de Santa Margarida também procurou a polícia, e disse que após a morte do esposo, foi apresentada a essa pessoa que cobrou-lhe R$ 7.000,00 com a finalidade de aposentar-lhe, mas não obteve nenhum resultado até agora.
 
Um outro morador da cidade também informou à polícia que havia recebido uma multa de um órgão do Estado no valor de R$ 21.000,00, e foi informado que o rapaz poderia recorrer. Pagou a quantia de R$ 5.000,00 pelo serviço em 2011, e a multa chegou ao valor de R$ 42.000,00 sem nenhum recurso impetrado na Justiça.
 
O suspeito e as vítimas foram encaminhados ao Quartel da PM de Santa Margarida, onde foi lavrado o Termo de Agendamento para comparecimento à Delegacia de Falsificações, para a elucidação do caso.
 
Tribuna do Leste
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656