Lançada Pedra Fundamental do novo campus Doctum em Manhuaçu



 

Tamanho da fonte    




Para marcar o início das obras do novo campus Doctum em Manhuaçu, foi lançada nesta terça-feira, 16/12, a pedra fundamental do empreendimento. Autoridades da região e membros da comunidade acadêmica se reuniram para a cerimônia no local em que o prédio será erguido, no Bairro São Vicente.
 
Na ocasião, foi apresentado o projeto da nova sede, que abrigará em 2015 a Escola Superior de Gestão. Nela, a instituição oferecerá além do já atuante curso de Administração, outras três novas modalidades de graduação: Ciências Contábeis, Gestão Pública e Logística, todas com inscrições abertas para o próximo semestre letivo. 
 
A estimativa é de que até 2017 estejam funcionando no campus também o Centro de Engenharias, com três novos cursos; e o Centro de Ciências Jurídicas, com o tradicional bacharelado em Direito da unidade Manhuaçu. Além deles, há a previsão de um centro politécnico e uma escola de ensino fundamental e médio. “Sempre recebemos muitos estudantes de Manhuaçu na unidade de Caratinga, e isso nos impulsionou a investir cada vez mais no desenvolvimento desta terra. Temos agora a oportunidade de dar à cidade o que ela merece”, conta o professor Cláudio Leitão, presidente da Rede de Ensino Doctum.
 
O projeto original, assinado pelo arquiteto Sylvio de Podestá, envolve uma área total de 14 mil metros quadrados, sendo 8 mil de área construída. A obra está orçada em aproximadamente R$ 30 milhões. 
 
Evento reuniu lideranças de Manhuaçu e região
 
A programação teve início por volta das 16h, quando uma carreata percorreu as ruas da cidade anunciando o empreendimento. Logo mais, foi realizada a cerimônia de lançamento da pedra fundamental do novo campus.
 
Durante as falas da noite, ficou nítida a satisfação pela realização do projeto, tanto por parte da comunidade acadêmica quanto dos representantes da sociedade manhuaçuense. Citando o filósofo e educador Paulo Freire, o professor Cláudio Leitão abriu os discursos enfatizando o potencial que a educação tem de transformar realidades, sobretudo se usada para formar a consciência cidadã nos educandos. “A única maneira de romper todas as mazelas sociais e econômicas da sociedade é a educação”, disse.
 
“A Doctum é uma das principais responsáveis por Manhuaçu ter se tornado pólo educacional. Estamos avançando no rumo que precisamos”, destacou o prefeito Nailton Heringer, lembrando a necessidade de se democratizar o acesso à educação e levá-la a todas as regiões do país. “Essa é uma prova da importância de nossa cidade. Nós nos sentimos privilegiados por receber uma iniciativa desse porte”, completou o presidente da Câmara Municipal, Maurício de Oliveira Junior.
 
A relação da Rede de Ensino Doctum com a região de Manhuaçu foi lembrada pelo diretor da unidade, professor Rodrigo Mendes Cardoso, e pelo diretor da Escola Superior de Gestão, Roberto Fully. A instituição foi a primeira a implantar o curso de Direito no município, há 11 anos, e ambos mostraram que a realidade local vem colhendo os frutos do acesso à qualificação desde então. “Os egressos da Doctum ocupam hoje os mais altos cargos nas empresas e nos setores públicos da cidade”, salientou Cardoso. “Mais do que ministrar conteúdo, queremos formar líderes para trabalhar no desenvolvimento econômico e social de toda a região”, declarou Fully, que nasceu em Manhuaçu e iniciou sua vida acadêmica na Doctum.
(foto: Assessoria de Comunicação)
 
Pedro Leitão, vice-presidente da Rede de Ensino Doctum, foi o último a fazer uso da palavra na cerimônia e relatou orgulho de ser parte de uma equipe empenhada no desenvolvimento educacional brasileiro. “A energia que temos para mover projetos como este vem do fato de fazermos com o coração, com a alma. Temos o compromisso de fazer essa obra dar certo”, afirmou.
(foto: Assessoria de Comunicação)
 
Assessoria de Comunicação













}