Leilão informatizado garante transparência e economia em Manhuaçu



 

Tamanho da fonte    




O 1º leilão totalmente informatizado da CIRETRAN Manhuaçu – software desenvolvido nesta Delegacia Regional de Polícia Civil aconteceu nesta sexta, sábado, dias 28 e 29 de abril no ginásio do Poliesportivo. Foram disponibilizados 800 lotes de veículos para venda.
 
De acordo com o delegado da Polícia Civil, Carlos Roberto Souza, este é o primeiro leilão informatizado que é feito na cidade. “O custo final deste leilão não ultrapassará R$ 7.000,00 para leiloar esses 800 lotes de veículos. Num leilão anterior, segundo os donos de pátios, não saiu por não menos de R$ 70.000,00. A redução dos custos é uma vantagem aos arrematante e empresários.”, explica o delegado.
 
A economia é uma vantagem para o Estado, contribuintes e empresários, já que, somente de impostos que serão pagos pelos empresários dos pátios (imposto de 20% sobre o valor apurado neste leilão), gera uma receita imediata de 200 mil mais as dívidas ativas com o Estado que ainda são cobradas dos antigos proprietários dos veículos.
 
 “Todo o processo de lançamento dos veículos à vistoria – leilão e entrega ao arrematante, passou por um software de controle e gestão do processo, o que reduziu os custos de mão de obra empregada. Isso sem gastar um único real do Estado.”, pontua Carlos Roberto que esclarece ainda que o software é novo e será testado pela primeira vez, mas que “todo o processo garante maior controle, transparência e segurança.”, conta.
 
O próximo leilão deverá reunir quatro pátios com orçamentos que apontam um investimento de R$ 4.000,00 a R$ 5.000,00 a ser rateado pelos empresários e pode ser transmitido ao vivo pela internet. “Tudo está informatizado. É possível rastrear todo o leilão, lote por lote. A auditoria é simples e acessível a qualquer instância de fiscalização.”, conclui o delegado de polícia civil Carlos Roberto.
 
Tribuna do Leste
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656