Manhuaçu realiza mobilizações contra reforma da Previdência



 

Tamanho da fonte    




Trabalhadores saíram em passeata pelas ruas de Manhuaçu na manhã dessa sexta-feira, 28/04, promovendo manifestações contra a reforma da Previdência e as mudanças na legislação trabalhista defendidas pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB).
 
As reformas em discussão no Congresso, na avaliação dos manifestantes, ajudam a precarizar as relações de trabalho, por meio da terceirização irrestrita aprovada semana passada pela Câmara, e comprometem o direito de aposentadoria por meio da idade mínima, entre outros pontos.
 
A presidente do Sind-UTE em Manhuaçu, Fani Hott, conta que ação contou com a participação de professores, estudantes, funcionários dos Correios, bancários, e trabalhadores em geral. “Essas manifestações acontecem em todo o Brasil, as mudanças estão sendo feita às pressas, estão tirando todos os direitos adquiridos ao longo do tempo, em favor de uma minoria de empresários”, conta.
 
Realeza
 
Em Realeza, os entroncamentos das BRs 116 e 262 foram fechados por determinado período pelos manifestantes.
 
Trabalhadores interditaram os quatro pontos das rodovias orientando os motoristas sobre o que pensam a respeito da Reforma da Previdência.
 
Um dos representantes de movimentos sociais, Flânio Alves, diz que o direito de manifestação do trabalhador deve ser respeitada. “Estão discutindo as mudanças que estão ocorrendo nas questões de trabalho. É o momento de fazer um aprofundamento para entender o processo sobre o que tem ocorrido, e isso é importante, pois é a população que constrói um país melhor”, considera.
 
Tribuna do Leste
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656













}