MANHUACU.COM - Manhuaçu valoriza o Dia Mundial sem Tabaco

Manhuaçu valoriza o Dia Mundial sem Tabaco



 

Tamanho da fonte    




A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, em consonância com o tema proposto pela Organização Mundial da Saúde (OMS), para a comemoração do Dia Mundial Sem Tabaco adotou a campanha “Tabaco e doença cardíaca”. O município de Manhuaçu vem trabalhando nessa temática afim de possibilitar a reflexão crítica sobre consumo de produtos derivados do tabaco e dos malefícios para a saúde cardiovascular da população. Os profissionais do Nasf-AB e ESF’s desenvolveram nas escolas municipais e estaduais mobilização sobre o tema com os educandos, para a importância de mobilizar e sensibilizar à população quanto aos malefícios causados pelo tabagismo, sobretudo sobre a saúde cardiovascular.
 
 O tabagismo é um importante fator de risco para a doença coronariana, acidente vascular cerebral e doença vascular periférica. As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte em todo o mundo, e o uso de tabaco e a exposição ao fumo contribuem para cerca de 12% das mortes por doença cardíaca. O uso do tabaco é a segunda causa de doenças cardiovasculares, após pressão arterial elevada. Dentre as principais intervenções eficazes na redução do tabagismo encontra-se a regulação dos produtos de tabaco, através de ações educativas e de mobilização de políticas e iniciativas, disseminação de informações sobre os riscos do fumo à saúde, além do aumento do acesso às terapias para parar de fumar.
 
Para despertar a população, o Conselho Municipal de Álcool e Droga(COMAD), CRAS, Nasf e as Secretarias Municipais do Trabalho e Desenvolvimento Social e Educação promoveram uma passeata na Praça Cinco de Novembro, com o objetivo de promover uma reflexão crítica relacionada ao uso do tabaco, alertar sobre os riscos que o tabaco pode causar à saúde cardíaca da população.
 
As escolas municipais dos Bairros Ponte da Aldeia e Santa Luzia, receberam a farmacêutica Kellen Miranda e a psicóloga Patrícia Amorim (Nasf) realizaram palestras para os alunos e passeata para chamar a atenção dos moradores.
 
O trabalho também foi realizado na Escola Estadual Renato Gusman, com a participação da enfermeira Roseane Cruz, Kellen Miranda e Patrícia Amorim. Atualmente em Manhuaçu está acontecendo o trabalho, com a participação de três grupos do Programa Nacional de Controle do Tabagismo nas ESF’s, com uma grande participação e com excelentes resultados.
 
O programa tem como objetivo reduzir a prevalência de fumantes e a conseqüente morbimortalidade relacionada ao consumo de tabaco e derivados no Brasil. Assim, o município de Manhuaçu vem desenvolvendo esta atividade desde o ano de 2011, com grande número de pessoas que cessaram o hábito de fumar. O tratamento inclui avaliação clínica, abordagem mínima ou intensiva em grupo e, se necessário, terapia medicamentosa.
 
Assessoria de Comunicação SMS/ informações de Kellem Miranda













}