Menor acusado de homicídio no bairro Santana é ouvido na delegacia



 

Tamanho da fonte    




O adolescente de 17 anos acusado de matar Carlos Eugênio Silva, 37 anos, na escadaria da Rua Ana Fraga, no bairro Santana, em Manhuaçu, na madrugada de terça-feira, 11 de abril foi ouvido pela Polícia Civil na tarde desta quinta-feira, 04 de maio.
 
Acompanhado por sua mãe e pelo seu advogado Dr. Abraão Lopes Ferreira, o menor contou a sua versão da história.
 
?Ele e o menor filho da vítima tiveram um desentendimento na manhã daquele dia, chegando a entrar em vias de fato, o pai do outro menor interveio na briga e o agrediu com golpes de tijolo e após separar a briga, começou a ameaçá-lo de morte?, disse Dr. Abraão.
 
Ainda segundo o advogado, durante todo o dia, familiares do outro menor proferiram ameaças contra o adolescente e na noite do fatídico acontecido, o jovem passava no local quando foi acusado de jogar pedra na casa da vítima. ?Ele estava passando na hora que alguém havia jogado uma pedra na vidraça da janela. A vítima e os familiares o viram na frente da residência e o acusaram, como ele já havia sido ameaçado e estava com uma arma de fogo na cintura, ele sacou do revolver e efetuou um disparo na direção dos seus agressores e saiu correndo?, completa.
 
O adolescente foi ouvido e liberado aguardando uma decisão da justiça.
 
Tribuna do Leste
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656













}