Motoboy é assassinado em Ponte Nova



 

Tamanho da fonte    




Nesta quarta-feira, 23/08, o motoboy Carlos José de Lima, 42 anos, morreu cerca de 24 horas depois de ter sido esfaqueado na zona rural de Ponte Nova. O motoboy foi esfaqueado dez vezes na região do tórax e do abdómen.
 
A ex-namorada do motoboy e seu atual namorado, foram presos supostamente envolvidos no atentado, que teria motivos passionais. A equipe da polícia deparou com o motoboy todo ensanguentado ao lado de sua motocicleta. Ele falou para os policiais que viu um astra verde, o qual o condutor acelerou sem prestar socorros. Foi apurado que Carlos não foi trabalhar e estava em desentendimento com a ex-namorada.
 
Ela foi ouvida e negou o envolvimento no crime. Ela ainda disse que recebia ameaças de Carlos, onde o qual não aceitava o fim do relacionamento. Segundo os policiais ela não tinha namorado, mas acabou admitindo e o mesmo dormiu em sua residência na terça-feira, 22/08.
 
Os militares saíram e localizaram o homem, que negou o namoro. Ao ficar sabendo das declarações da mulher, acabou confirmando o relacionamento. Segundo ele, a mulher reclamava das aemaças de Carlos e que teria sido espancada por ele. O homem disse aos militares que ela estava mencionando a intenção de "dar um fim" no ex-namorado. Ele passou o nome de um rapaz para ela, arquitetando-se o assassinato. O indivíduo solicitou uma corrida de moto por R$20,00 e o namorado dela acompanhou o trajeto num veículo Astra.
 
O carro ficou preso no trânsito e o motociclista seguiu em frente. Ele chegou no trecho reduziu a velocidade do carro, e viu o motoboy caído numa poça de sangue, como estava constado no boletim de ocorrência. Os militares retornou a conversar com a mulher e esta negou que tivesse combinado algo contra o motoboy.
 
Ambos foram conduzidos para a delegacia. O autor das facadas ainda não foi localizado.
 
Manhuacu.com/com informações da PM













}