Namorada filma acidentalmente morte de turista paulista em Miradouro



 

Tamanho da fonte    




Um paulista de 46 anos escorregou-se em uma pedra, caiu em uma cachoeira e morreu, na zona rural de Miradouro, na Zona da Mata, nessa quarta-feira, 10/05. A namorada dele o filmava quando o acidente aconteceu.
 
Segundo a mulher, de 54 anos, o casal estava passeando na cidade natal dela. Sozinhos, os dois foram na cachoeira para tirar fotos e fazer vídeos, devido a bela vista da Serra do Brigadeiro.
 
Em um dado momento, ele se descuidou e acabou caindo dentro da água. “Segundo a namorada, ele levantou várias vezes, foi no fundo e voltava. Ela pulou na água, mas não conseguiu socorrê-lo. Um homem que passava pelo local e escutou os gritos dela, ajudou. Ele pulou, tirou o corpo da água e chamou a polícia. Mas a vítima já estava roxa e sem sinais vitais. Lá tem muitas pedras, e, conforme o homem, que é da redondeza, o ponto onde ele caiu tem de 3 a 6 metros de profundidade”, narrou o sargento Robson Magalhães do 4º Pelotão do 47º Batalhão da Polícia Militar.
 
Muito desesperada, a mulher foi para casa de uma irmã, que mora no povoado. O casal não tinha ido ao local para nadar, apenas para apreciar a paisagem.
 
“Segundo informações repassadas pelas pessoas do povoado, parece que esta é a terceira pessoa que morre na cachoeira. As pedras são escorregadias, mas não é muito íngreme lá não. As pessoas que frequentam são apenas as que moram na região, porque o acesso não é muito fácil”, destacou o sargento.
 
O ponto onde o incidente aconteceu fica a 30 quilômetros da área urbana da cidade. O corpo do homem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Muriaé, na mesma região. A PM não informou se o equipamento usado pela mulher para filmar foi apreendido.
 
Fernando Viegas / O Tempo
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656