OAB Manhuaçu defende a criação de força tarefa para combater assaltos a bancos e caixas eletrônicos em toda região



 

Tamanho da fonte    




Após a tentativa de assalto ao Banco do Brasil de Santa Margarida na manhã desta segunda-feira, 10/07, que vitimou o policial militar Marcos Marques da Silva e o vigilante Leonardo José Mendes, o presidente da 54ª Subseção da OAB/MG, Alex Barbosa de Matos, estabeleceu contato com o Delegado Regional de Polícia Civil da 6ª DRPC, Carlos Roberto Souza da Silva Bastos, e defendeu a criação de uma força tarefa, integrada pelas Polícias Civil e Militar, além do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, com o propósito de combater a crescente onda de assaltos a bancos e caixas eletrônicos que têm ocorrido em nossa região. A ideia já foi debatida durante o I Fórum Regional de Segurança Pública, realizado pela OAB Manhuaçu no dia 26/05, tendo como palestrante, o promotor de justiça de Manhuaçu, Carlos Samuel Borges Cunha. 
 
“A diretoria da OAB Manhuaçu está à disposição das forças de segurança pública e do Ministério Público de Minas Gerais para discutir a formação dessa força tarefa que, com certeza, utilizando-se de inteligência, metodologia e cooperação, alcançará êxito, dando uma resposta rápida e eficaz à sociedade de Manhuaçu e região para crimes desta natureza. Em nome de nossa instituição quero também externar os nossos sentimentos aos familiares e amigos das vítimas que morreram no exercício de suas funções”, comentou Alex Barbosa de Matos.
 
Assessoria de Comunicação / OAB Manhuaçu