Outubro Rosa começa no Hospital César Leite



 

Tamanho da fonte    




Mais uma vez, o Hospital César Leite está mobilizado na campanha do Outubro Rosa, mês dedicado exclusivamente a prevenção do câncer de mama. A abertura foi na manhã de quinta-feira, 01/10, com palestra para os profissionais de enfermagem. 
 
Coordenada pelo Núcleo de Ensino e Pesquisa (NEP) do Hospital César Leite com o grupo de humanização, a campanha do Outubro Rosa começou com todos os colaboradores com o laço rosa em seus uniformes, identificando a mobilização.
 
Em seguida, o provedor Sebastião Onofre Carvalho apresentou a importância da ação de conscientização. A assistente social Edna Berbert divulgou também  a campanha “Lenço Solidário”. Durante esse mês, o HCL vai estimular a doação de lenços para que sejam repassados a pessoas em tratamento contra o câncer.
 
Em seguida, a diretora administrativa Ana Lígia de Assis Garcia deu um depoimento pessoal sobre sua vitória contra o câncer de mama, há cerca de quinze anos, e a importância do exame preventivo. 
 
Elisângela Mariano, do NEP, destacou as ações que serão realizadas e fez a abertura da videoconferência do programa EDUCASUS/Telemedicina: “Ações de Enfermagem na Assistência a Mulher Pós-Mastectomia”, voltada para os profissionais de enfermagem do Hospital César Leite. 
 
As atividades contam também com apoio do Núcleo do Câncer do Centro Viva Vida. Nesta sexta-feira, o enfermeiro André, do CVV, estará apresentado a palestra "Câncer de Mama", aberta a todos os colaboradores do hospital.
 
Ao longo do mês acontecem diversas atividades e divulgação de panfletos e outros materiais. Tudo isso serve para tirar dúvidas, informar e derrubar mitos sobre a doença. "Com a detecção precoce do câncer de mama, as chances de cura para a doença aumentam muito, e todas as mulheres precisam se conscientizar sobre a importância dos exames", destaca a assistente social Edna Berbert.   
 
Outubro Rosa
 
O nome  da campanha Outubro Rosa é referente ao laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra a doença. A mobilização começou nos Estados Unidos no começo da década de 90, com algumas ações isoladas. Logo depois, o Congresso Americano aprovou uma lei que tornou outubro o mês nacional – nos Estados Unidos – de prevenção ao câncer de mama.
 
Atualmente, a ação acontece em várias cidades ao redor do mundo e são direcionadas à conscientização das mulheres quanto à importância do diagnóstico precoce. 
(foto: Assessoria de Comunicação)
 
Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), para o ano de 2015, a estimativa é que mais de 57 mil novos casos de câncer de mama sejam descobertos no Brasil, o que corresponde a 156 casos novos a cada dia. Quando diagnosticado no início, a chance de cura é de até 90%.
(foto: Assessoria de Comunicação)
 
Assessoria de Comunicação