Polícia Civil resolve mais um homicídio em Padre Fialho



 

Tamanho da fonte    




A Polícia Civil de Matipó fechou a apuração de mais um crime de homicídio. A conclusão das investigações mostrou uma complicada rede entre os envolvidos.
 
Desde novembro de 2016, policiais civis tentavam identificar a autoria do homicídio de Kaique Barbosa. O jovem foi morto a tiros, a luz do dia, em Padre Fialho, distrito de Matipó.
 
O crime era de difícil apuração, pois nenhuma testemunha havia colaborado com a investigação.
 
Segundo apurado no inquérito, o homicídio foi cometido por José Miranda Machado, vulgo Zezé.
 
Só que esse autor foi assassinado no fim do ano passado por dois cidadãos conhecidos como Cléber e Washington, que já estão presos.
 
Ainda de acordo com a PCMG, os três formavam uma mesma quadrilha de "matadores de aluguel".
 
Segundo apurado no Inquérito policial, José Miranda Machado (Zezé) teria aceitado recompensa em dinheiro de alguém ainda não identificado para matar Kaique Barbosa.
 
Informações da Polícia Civil













}