Polícia Federal prende suspeitos em operação contra pornografia infantil em Caratinga



 

Tamanho da fonte    




Segundo a corporação, uma pessoa foi detida na capital e outra, em Caratinga, na Região Leste do estado. Outros quatro suspeitos estão sendo investigados pela corporação.
 
A Polícia Federal (PF) prendeu em flagrante na manhã desta segunda-feira, 05/06, dois suspeitos durante uma operação contra pornografia infantil em Minas Gerais. De acordo com a corporação, uma pessoa foi presa em Belo Horizonte e outra, em Caratinga, no Leste do estado. Os detidos estavam com material pornográfico infantil, conforme a polícia.
 
A Operação “Batata Quente”deflagrada pela manhã, teve o objetivo de reprimir o compartilhamento e a posse de imagens e vídeos, contendo cenas de abusos sexuais infanto-juvenis na rede mundial de computadores.
 
Segundo a polícia, aproximadamente segundo a polícia, aproximadamente 45 policiais participaram da ação. A PF informou que cumpriu seis mandados de busca e apreensão, sendo três em Belo Horizonte, um em Caratinga, um em Curvelo e um em Papagaios. Conforme a corporação, equipamentos de informática foram apreendidos.
 
A operação reuniu informações e alvos de investigações não diretamente relacionadas entre si, mas que tratam da disseminação de pornografia infantil para outros países, por contas de e-mail e de aplicativos de mensagens e vídeo.
 
Os investigados devem responder pelos crimes de posse e compartilhamento de arquivos de “pornografia infantil”, com penas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente, que variam de um a seis anos de reclusão.
 
G1
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656













}