Polícia realiza batida em camelôs da rodoviária após denúncia de venda de arma de fogo



 

Tamanho da fonte    




A Polícia Militar realizou diligências entorno do Terminal Rodoviário Antônio Xavier, para averiguar a denúncia de que em algumas barracas estaria ocorrendo o comércio de armas de fogo, e CD’s e DVD’s piratas.
 
Uma segunda denúncia recebida através do sistema informatizado “Fale Conosco” da PM, também dava conta que uma família que possui três barracas de camelô em Manhuaçu realizava o comércio de produtos contrabandeados/irregulares, além da comercialização de réplicas de armas de fogo (revólver, espingarda de chumbinho, munições para espingardas e revólveres), e que as vendas estariam acontecendo até mesmo para menores.
 
As pessoas denunciadas se apresentaram como proprietários das barracas, sendo constatado que no local de exposição dos produtos aos clientes havia uma grande quantidade de produtos contrafeitos (CD’s e DVD’s) que foram apreendidos.
 
Quatro camelôs também foram presos pelo crime de violação de direitos de autorais e os que lhe são conexos previstos no Art. 184 do Código Penal. Todos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia.
 
Tribuna do Leste













}