Policial morre após atropelamento por trem



 

Tamanho da fonte    




A guarnição da Polícia Militar com três policiais perseguia uma dupla em atitude suspeita na região no bairro Bela Vista, em Contagem. O soldado Maurício Resende, de 35 anos, passava um trecho da linha férrea em uma passagem improvisada que liga o bairro ao aglomerado. Maurício tropeçou e ficou com uma das pernas presas no momento em que a locomotiva passava pelo local. Ele foi atropelado e arrastado por alguns metros sobre o trilho. Gravemente ferido, ele foi socorrido pelos policiais. Teve a perna amputada, hemorragia, não resistiu aos ferimentos e faleceu.
 
O comandante do 2º Batalhão de Policiamento Especializado explicou sobre a perseguição dos policiais. “Os policias, através de seu discernimento, perceberam que ali poderia estar acontecendo tráfico de drogas e até posse ilegal de arma de fogo. Desembarcaram da viatura e para fazer a abordagem precisaram fazer a transposição da linha férrea. Infelizmente, o soldado Maurício veio a tropeçar e caiu em plena linha férrea e o trem já se aproximando”, lamentou.
 
O soldado Maurício Rezende morreu no exercício de sua profissão. Aos 35 anos de idade tinha inúmeros planos para o futuro e havia se casado recentemente. “Um ótimomilitar, um ótimo profissional. Quase 10 anos de serviços, de bons serviços prestados à sociedade. Para a nossa Corporação uma perda muito lamentável, ainda mais da forma como aconteceu”, destacou o comandante.
 
O velório do militar acontece na cidade de Inhapim, na residência da família. Parentes, amigos e militares prestam a última homenagem antes do sepultamento.
 
TV Super Canal
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656