Prefeitos do CIS-Caparaó reúnem-se com Governador Anastasia



 

Tamanho da fonte    




Prefeitos que integram o CIS-Caparaó foram recebidos pelo Governador Antônio Augusto Junho Anastasia em Belo Horizonte, na tarde desta terça-feira, 19, na sede oficial do Governo de Minas Gerais – Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves. No encontro, o Presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde, Dr. Júlio Fontoura de Moraes Júnior (Prefeito de Ipanema), acompanhado do Vice-presidente José Carlos Pereira (Pref. de Luisburgo), entregou um pedido formalizado solicitando a aquisição de duas ambulâncias de UTI móvel e de um tomógrafo ao Governador. O Deputado Estadual Leonardo Fernandes Moreira foi importante incentivador desta audiência na capital mineira.

Eleito recentemente para a presidência do CIS-Caparaó, o Prefeito Dr. Júlio Fontoura de Moraes Júnior relatou que este encontro com o Governador foi de grande importância e abre novos horizontes para o consórcio. “Foi extremamente positivo. Estamos iniciando um pleito como Presidente do CIS-Caparaó, com novos prefeitos participantes. Então, vislumbramos a importância de lutarmos por melhorias para a área da Saúde, de todos os municípios que fazem parte do consórcio. Por isto, estamos arregaçando as mangas, para trazer benefícios para os nossos munícipes. Sabemos que a união de nossos quase quinze municípios que fazem parte do consórcio é de extrema importância. Os municípios são pequenos, mas, juntos, representamos mais de duzentos mil habitantes. Então, somos um braço forte do interior mineiro, em uma região carente de Saúde, de exames e de melhores condições médicas. Pedimos duas ambulâncias de UTI móvel e de um tomógrafo – um exame especializado de alto custo. Grande parte da população tem que recorrer ao SUS, e, sabemos das dificuldades enfrentadas pelos prefeitos, pelos secretários de Saúde, para levar estes exames de alta complexidade à pacientes do nosso interior mineiro”, argumentou.

O Vice-presidente do CIS-Caparaó e Prefeito de Luisburgo, José Carlos Pereira, ressaltou que o CIS-Caparaó inicia uma nova fase e conta com a participação ativa dos prefeitos. “Esta audiência com o Governador foi para nós motivo de muita alegria. Estamos em busca da melhoria da Saúde para a nossa região, porque a Saúde é prioridade, é o ponto central da nossa caminhada, da nossa luta no dia-a-dia.

Ao apresentarmos o pedido formalizado solicitando equipamentos para estruturarmos os atendimentos prestados, demonstramos nossa intenção de melhorar o consórcio. É nossa esperança que o Governador nos atenda”, destacou José Carlos Pereira.

Em seu pronunciamento, o Governador Antônio Augusto Junho Anastasia elogiou a união demonstrada pelos municípios participantes do CIS-Caparaó. “A questão da Saúde é a que mais aterroriza, assusta e até estimula aos administradores públicos. É realmente um grande desafio porque, do Oiapoque ao Chuí, em toda pesquisa ou enquete de opinião feita, pode-se perguntar qual é demanda número um? A resposta é a Saúde, até porque ela mexe com aquilo que nos é mais valioso que é a vida. Minas Gerais apresenta regiões muito ricas, mas também regiões como as menos desenvolvidas do Brasil e aquelas que são intermediárias, como é o caso da região do Caparaó.

À esq.; o Governador  Anastasia; Presidente do CIS Dr. Júlio , Prefeita de Manhumirim, Darci Braga, Vice-presidente do CIS, José Carlos Pereira (Pref. Luisburgo) e Prefeito de Santa Margarida, Geraldo Magela, durante a reunião (foto: Thomaz Júnior)

Mesmo com esta diversidade toda, o Ministério da Saúde publicou o ranking da Saúde Pública dos Estados, no ano passado, e, Minas é o primeiro Estado no Sudeste, à frente de Rio de Janeiro e São Paulo, e até mesmo de Brasília. É o quarto melhor Estado do Brasil; está atrás somente dos três Estados do Sul. No critério longevidade, Minas Gerais também se destaca como a quarta melhor do Brasil. Isto é fruto do esforço da sociedade mineira, que claro, se desdobra para ter estes indicadores positivos. O consórcio é fundamental. Por meio dele, podemos otimizar os recursos. Os municípios possuem características muito diferentes, uns maiores, outros menores, uns com a economia mais adiantada e outros menos, então, nada mais adequada que a figura do consórcio, da união, da cooperação, da harmonia e da solidariedade para colocarmos todos no mesmo carro e na mesma direção pela causa da Saúde. Minas Gerais foi pioneira, ainda na época do Governador Eduardo Azeredo, na figura dos consórcios de Saúde. Este modelo se espraiou pelo Brasil todo e consolidou-se em Minas Gerais, com um efeito muito positivo. Eu sempre digo: não basta o Governo funcionar, é preciso que o Governo funcione em harmonia com a sociedade, e a sociedade tem que se sentir partícipe. Senão é divórcio. As pessoas ficam muito quietas esperando benesses, e, isto não é possível. País desenvolvido é aquele em que há uma participação mais efetiva. No momento em que o consórcio se consolida, tem-se um ponto muito positivo para a região. Recebo estas reivindicações com muito gosto, são muito procedentes. Farei contato com o Secretário de Estado da Saúde para ver questões relacionadas a recursos, sempre em uma demanda acima daquela que podemos, que nem um cobertor apertado que se cobre a cabeça e descobre os pés, e vice-versa. Vamos identificar as prioridades do Estado. O Consórcio é muito importante, pois, permite aos municípios gastando menos, obter mais, pois um ajuda ao outro. Isso é extremamente positivo e fico muito feliz em receber o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Caparaó, que é uma região muito importante e muito bela de nosso Estado. Estou recebendo este documento com as reivindicações e vou despachar com o Secretário e, o mais breve possível, espero conseguir algum retorno que seja positivo para este consórcio. Desejo ao Prefeito Júlio e seus colegas muito êxito em sua gestão”, concluiu o Governador.

Atualmente, o CIS-Caparaó é composto pelos municípios de Ipanema, Luisburgo, Santana do Manhuaçu, Simonésia, São João do Manhuaçu, Reduto, Pocrane, Martins Soares, Chalé e Mutum. De acordo com a presidência, também deverão integrar este consórcio os municípios de Manhumirim, Santa Margarida, Lajinha e Taparuba.

Thomaz Júnior