Prefeitura explica obra de recalçamento no centro da cidade



 

Tamanho da fonte    




Teve início na última quarta-feira, 22, a obra de recalcamento do calçadão Fernando Maurílio Lopes, que ganhará nova roupagem, estrutura diferente para trazer uma visibilidade agradável e a substituição das pedras portuguesas, por um material ante derrapante que oferecerá mais segurança aos transeuntes. A obra objetiva ainda atender as exigências da legislação federal, que exige facilidade de acessibilidade de idosos, cadeirantes e deficientes.

Todo o trabalho de execução vem sendo acompanhado pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Obras, Planejamento e o responsável pela empresa executora. Para a administração municipal será um marco importante, já que o centro da cidade estava necessitando de revitalização.

“Recurso devolvido”

O prefeito Nailton Heringer disse que o projeto já existia e, agora está dando continuidade às ações. Segundo ele, o que está sendo gasto pelo município é verba considerada como sendo “recurso devolvido” que foi recuperado pelo município.

“Muitas pessoas não entendem o motivo de estarmos executando essa obra. Essa verba vem especificamente para adequar calçadas e passeios. É bom que todos tenham sabedoria e entendimento quanto a necessidade de aproveitarmos aquilo que foi destinado para determinada finalidade”, explicou o Chefe do Executivo.

Para Nailton Heringer é importante que a população saiba que a administração não está privilegiando a área central da cidade e esquecendo os bairros.

Secretaria de Obras

De acordo com o Secretário Municipal de Obras, João Amâncio de Faria, a obra no centro da cidade está sendo realizada, para atender as exigências do Ministério Público Federal (MPF). Segundo o secretário João Amâncio, há muito tempo existe indagações e solicitações do MPF, para que houvesse ação por parte da Prefeitura Municipal em adequar às regras legais, bem como as calçadas e rampas na área central.
(foto: Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu)

Amâncio ressalta que se torna importante o entendimento de todos os cidadãos e órgãos considerados peças fundamentais, principalmente ao iniciar a intervenção no trânsito, a sinalização. Também se faz necessária a compreensão da comunidade, comerciantes e visitantes. "Queremos estabelecer conversação com os comerciantes, moradores e até mesmo nossos visitantes, no sentido de estarem se sentindo bem com as melhorias no calçadão”, ressalta o Secretário de Obras, João Amâncio.

Adequação necessária

Muitos não entendem a necessidade da adequação do piso da área central da cidade. O responsável pela execução da obra, Djalma dos Santos Neiva, ressalta a importância das pessoas estarem entendendo as necessidades da obra, adequação dos passeios, sobre piso, contrapiso e ainda a melhora que será proporcionada sistematicamente, no que hoje é inadequado e causador de importunação às pessoas.

Para Djalma Neiva, embora sejam belíssimas as pedras portuguesas existentes, hoje são coisas do passado e consideradas como "piso inadequado" que, agora será diferente. Com o recalcamento, serão colocados trilhos hidráulicos sobre o contrapiso e argamassa. Djalma Neiva explica que o material também será colocado nas laterais/direcionais. E, ainda serão colocadas quatro rampas ao longo de toda a estrutura, que será completamente remodelada.  “Hoje o passeio inadequado acaba com a estética de uma loja, mesmo que seja bem atraente e do local considerado bem movimentado. Em pouco tempo todos estarão felizes, orgulhosos e colhendo bons frutos do que estamos implementando hoje", destacou o engenheiro Djalma dos Santos Neiva.

Secretaria de Comunicação Social














}