MANHUACU.COM - Preso acusado de integrar quadrilha que explodiu caixas eletrônicos na região

Preso acusado de integrar quadrilha que explodiu caixas eletrônicos na região



 

Tamanho da fonte    




No início da madrugada desta quinta-feira, 11/01, houve uma tentativa de arrombamento a um caixa eletrônico de um posto de atendimento em Dores do Turvo, MG. A ação começou a ser frustrada pelo segurança do posto que trocou tiros com os autores e após a ida da Polícia Militar ao local e rastreamento, um homem foi preso e foram apreendidas armas, munições, coletes e um veículo usado na ação.
 
Segundo relato do segurança do posto, que reside próximo ao estabelecimento, ele ouviu barulhos e, ao ir até ao local, deparou com quatro ou cinco indivíduos que tentavam arrombar o caixa eletrônico com uma marreta.
 
Os autores já haviam arrombado a porta do estabelecimento de acesso ao caixa eletrônico e o segurança disparou contra os autores que fugiram em um veículo Fiat Strada prata, com a placa de Rio Pomba, sentido a Zona Rural de Dores do Turvo. Os policiais localizaram aproximadamente 46 cápsulas de calibres 38, 40, 12 e 9 mm, além de emulsão explosiva no local da tentativa.
 
Um dos autores de 21 anos, visto pelo vigia durante a troca de tiros, foi localizado pelos policiais na residência dele, aonde foram localizadas e apreendidas quatro pistolas, sendo três calibres 40 e uma 09 mm; dois revólveres calibre 38, duas espingardas calibre 12, dois coletes balísticos, grande quantidade de munições e a caminhonete Fiat Strada, na qual os autores evadiram do local. Uma das armas apreendidas é de propriedade da Polícia Militar de São Paulo. Não foi possível confirmar se é produto de furto ou roubo. Dois revólveres também apreendidos foram roubados durante a ação da quadrilha, na última semana, em Urucânia.
 
Filipe Moreira Quirino “Filipim Branco”, natural de Caratinga foi preso na chegada de Senador Firmino. Ainda em diligências na residência do irmão do autor preso, os policiais localizaram e apreenderam mais um revólver e munições. O homem de 21 anos relatou que os outros quatro autores que estavam na ação são de Belo Horizonte.
 
A quadrilha é suspeita de ter explodido os caixas eletrônicos do Itaú de Entre Folhas e Dom Cavati e, ao deixarem o local, ainda efetuaram disparos a fim de intimidar os moradores. Em Urucânia, além de explodirem a agência do banco, o grupo atirou contra dois veículos pertencentes a policiais militares, que estavam nas proximidades.
 
A Polícia Militar continua em rastreamento aos autores que fugiram para a mata, local está sendo sobrevoado pelo helicóptero da PM que apoiou na busca para a captura dos infratores.
 
Manhuacu.com/com informações a PM de Ubá













}