Primeiro Chá Cultural mobiliza poetas de Manhuaçu



 

Tamanho da fonte    




A noite de quinta-feira, 07/07, foi de muita arte e poesia em Manhuaçu. Aconteceu o primeiro Chá Cultural, promovido pela Secretaria Municipal de Cultura. O objetivo foi o de reunir escritores e poetas e promover a valorização da produção artística do município. Além disso, o evento integra uma série de iniciativas que vão pontuar Manhuaçu no ICMS Cultural. 
 
Ao som do piano e do violino, diversos munícipes participaram declamando poesias autorais e também de escritores famosos da literatura brasileira. "É um projeto que estamos começando na Biblioteca Municipal para incentivar os leitores e os escritores, e também para que eles se envolvam mais conosco" - justifica a secretária, Mariza Klein. "E esse chá é importante porque nós resgatamos essa parte da poesia e da música clássica no nosso município" - prossegue Klein ao conclamar os poetas manhuaçuenses a se envolverem com os trabalhos da secretaria de Cultura. "Queremos que os escritores de Manhuaçu nos procurem, para que estejam inteirados dos nossos trabalhos e participem dos próximos. Sabemos que temos poetas maravilhosos no nosso município, e essa foi só a primeira edição do Chá Cultural" - diz.
 
Além da valorização artística, o evento pontua Manhuaçu no ICMS Cultural, que são recursos que o município recebe para restauração de patrimônio. Para recebê-lo, uma série de requisitos precisam ser cumpridos. "Temos que levar a questão do patrimônio cultural para as escolas por meio de projetos educativos, como fizemos no início deste ano. Temos que fazer o inventário do patrimônio, como já temos nos dedicado desde o ano passado, enfim, uma série de itens" - explica Mariza Klein. 
 
O município já começou a receber estes recursos e os benefícios são visíveis. Foi feita a restauração do Monumento ao Cafeicultor, um dos símbolos da cidade e, na próxima semana, será dada a ordem de serviço para o início das obras de restauração da Casa de Cultura. Os recursos são liberados pelo estado e direcionados para a conta do Fundo do Patrimônio Cultural. Os investimentos, à medida que são feitos, ainda proporcionam o aumento de repasses. Esse recurso não pode ser destinado para outras finalidades senão a preservação do Patrimônio Cultural. 
 
Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu