Recursos para infraestrutura urbana beneficiam 26 municípios da Zona da Mata



 

Tamanho da fonte    




Vinte e cinco cidades da Zona da Mata estão entre as beneficiadas com recursos do Estado para a realização de obras de infraestrutura urbana. Os investimentos foram autorizados nessa quinta-feira (19), pelo governador Antonio Anastasia, e são direcionados à pavimentação e saneamento básico.

Na região, os recursos vão atender aos municípios de Alto Rio Doce, Araponga, Barra Longa, Bias Fortes, Bicas, Caiana, Cajuri, Canaã, Carangola, Divinésia, Ervália, Ewbank da Câmara, Itamarati de Minas, Guaraciaba, Jequeri, Miraí, Oratórios, Paula Cândido, Piranga, Pirapetinga, Raul Soares, Rio Casca, Santos Dumont, Senhora de Oliveira, Sericita e Teixeiras. Outras 229 cidades das outras regiões do Estado também receberão o investimento, que totaliza R$ 120 milhões.

Miraí vai receber recursos para pavimentação e implantação de poço artesiano. O prefeito José Ronaldo Milani enfatiza a importância dos investimentos. “Vamos fazer o calçamento de duas ruas em uma região carente da cidade. Hoje, os moradores pisam em lama, inclusive crianças, estudantes. Já o poço artesiano vai para um distrito onde a mais de 90 anos a população espera por água tratada, atendendo a cerca de mil pessoas. Estes são verdadeiros presentes de Natal”, comemora.

Os recursos serão liberados por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Sedru), que coordena o Programa de Apoio à Infraestrutura Urbana Municipal. O governador Antonio Anastasia destaca que o rol de ações de infraestrutura urbana implementado pelo Governo de Minas é uma continuidade do que se iniciou em 2003, com o governo Aécio Neves, de atenção aos municípios, especialmente os médios e menores. “Os governos estadual e os municipais de nosso Estado estão integrados, trabalhando em conjunto e obtendo bons resultados”.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, os municípios constituem a base para o desenvolvimento do Estado. “Como tal, devem ser tratados com uma consciência federalista e republicana, onde não se faça distinção de cor partidária ou região. Com este pensamento o Governo de Minas, dentro de seus limites, vem realizando todo o esforço para apoiar os municípios mineiros”.

Benefícios

Para a Zona da Mata serão destinados R$ 2 milhões para as obras de pavimentação e sistemas de esgotamento sanitário; instalados sete poços artesianos; e construídos 489 módulos sanitários.

- Pavimentação asfáltica: Alto Rio Doce, Caiana, Cajuri, Canaã, Carangola, Divinésia, Itamarati de Minas, Miraí, Paula Cândido, Pirapetinga, Raul Soares, Senhora de Oliveira e Teixeiras.

- Módulos sanitários: Araponga, Barra Longa, Bicas, Ervália, Guaraciaba, Jequeri, Oratórios, Piranga, Rio Casca e Teixeiras.

- Poços artesianos: Bias Fortes, Ewbank da Câmara, Miraí, Santos Dumont, Senhora de Oliveira

- Sistemas de esgotamento sanitário (ETE e rede): Araponga, Ervália e Sericita.

Manhuacu.com